Receba as notícias do montesclaros.com pelo WhatsApp
montesclaros.com - Ano 23 - sexta-feira, 20 de maio de 2022

Mural

Jornalismo exercido pela própria população

Deixe sua notícia neste Mural, clique aqui para enviar

Mensagem N°86261
De: José Ponciano Neto Data: Quinta 19/5/2022 09:30:38
Cidade: Montes Claros- MG  País: Brasil

ÉPOCA DE FRIO EXTREMO E AS ALTERAÇÕES NAS ÁGUAS DE CONSUMO

Os noticiários vêm anunciando as “ondas de frio” que ocorrerão nesse Outono na região Sudeste. Olha, ainda não chegamos ao Inverno do São João!

Falam em erupção polar do século – ainda nada confirmado. Porém, em algumas regiões do Brasil já nevam precocemente com base nos históricos regionais. - Mas, até 21 do Junho, quando começa o Inverno, provavelmente ainda teremos aquele calorzinho básico da nossa região.

Geralmente quando uma “Frente Fria” chega, deixa o ar mais frio (acondicionado) e de baixa umidade (seco). Com a mudanças abrupta da temperatura o corpo humano não suporta; logo aparecem às doenças respiratórias e outros sintomas letais, da mesma forma surge as alterações aquáticas nas lagoas e barragens – seja reservatórios (barragens) para abastecimento público ou uma hidrelétrica.

Uma das principais alterações ocorre com o fenômeno “INVERSÃO TÉRMICA” da água; ou seja: em estações de temperatura mais fria (outono/inverno), quando abaixo de 10º/09º graus - em poucos dias ou horas, a camada superficial da barragem ou lagoa, que subitamente foi resfriada – fica mais densa – declina para o fundo, a camada de fundo menos densa sobe para superfície provocando revolvimento do sedimento (lodo/matéria orgânica) do fundo - até então estagnado - causando um reboliço. Com isso, a homogeneização das camadas, que antes estavam estratificadas.

Dependendo do Estado Trópico do corpo d’água – que é definido pelos os graus de trofia – quanto maior a concentração dos nutrientes e matérias orgânicas, mais favorece a eutrofização da água de uma barragem ou lagoa - futuramente (pós Inversão) provocando o surgimento das algas, que, podem ser cianobactérias, além da mortandade de peixes, que é normal, fase do choque térmico e a falta do oxigênio (foto) .

- Geralmente, tal fenômeno é difícil acontecer em rios e córregos onde a água estar sempre em movimento. Mas pode acontecer! Como foi no Rio das Velhas, ocasião que se encontrava mais lêntico em Junho de 2007, sinistro que afetou o Rio São Francisco.

A inversão térmica em barragens e lagoas faz com que o gás sulfídrico (oriundo da decomposição do material removido) precipite, causando cheiro de enxofre, além de a água apresentar uma coloração amarelada com aparência de refrigerante “guaraná”.

Tais características podem ser notadas ao beber ou no banho. este fenômeno demanda acompanhamentos constantes das equipes de controle de qualidade dos laboratórios das companhias de saneamento. A prevenção é essencial para evitar consequências indesejáveis sobre as prestezas.

Inversão térmica nas Estações de Tratamento de Esgoto – ETA’s

A maioria das ETA’s conta com lagoas de estabilização facultativas e polimento, por serem um ecossistemas lênticos e de pequena profundidade são as mais afetadas nos períodos das “ondas de frio”. O evento incide com mais frequência à remoção dos sólidos sedimentados, prejudicando a redução fotossintética das algas.

O tratamento de esgoto através de lagoas é baseado em processos físicos e biológicos – dependem da luz do sol para completar o tratamento do esgoto.

Esses fenômenos são naturais - dependendo da vazão da ETA, os poluentes removidos são arrastados pelo o vertedouro, causando danos à biota aquática do rio receptor. Estas degradações ambientais provocadas pela natureza às ETA’s em épocas de “frios extremos” podem prejudicar a saúde das pessoas que usam a água e os peixes do corpo d’água parcialmente poluído.

Quanto maior for o Tempo de Detenção Hidráulica-TDH do reservatório (barragem) ou da lagoa da ETA, mais facilita a eutrofização da água. As ANALISES das amostras das águas coletadas em pontos estratégicos têm papel fundamental para a população tomar ciência das características morfométricas do corpo d’água.

Auferir conhecimento da “dinâmica” da Inversão Térmica, do antes e depois, é essencial para as orientações devidas.

Em tempo: as informações da Emissora 98 FM / montesclaros.com acerca da meteorologia (declinação da temperatura) estão sendo muito elucidativas.

XVIII-V-XXII
(*) José Ponciano Neto é Historiador/Escritor - Colunista no montesclaros.com - Técnico em Recursos Hídricos – Ex- Supervisor de Gestão de Barragens. Um dos responsáveis pelo monitoramento do Rio São Francisco que viabilizou o sistema de captação. Ex - supervisor de Estação Climatológica com tanques Classe A.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86260
De: Afonso Cláudio Data: Quinta 19/5/2022 12:15:40
Cidade: Montes Claros/MG

Pandemia do coronavírus

Variações dos números de mortes por Covid-19 entre 28/4 a 5/5/22 e 12 a 19/5/22 (2 períodos de 7 dias), relativas aos 10 primeiros países da classificação da Organização Mundial da Saúde, em ordem decrescente dos percentuais.
2 países (20,0%) tiveram aumentos: Reino Unido (1.057,2%) e Estados Unidos (121,9%).
8 países (80,0%) tiveram reduções, variando de 15,6% (Itália) a 64,2% (Coreia do Sul).

Class. / País / Mortes 28/4 a 5/5 / Mortes 12 a 19/5 / Var. %

1º Reino Unido 1.102 12.752 +1.057,2
2º Estados Unidos 3.965 8.798 +121,9
3º Itália 928 784 -15,6
4º Rússia 963 710 -26,3
5º Brasil 644 466 -27,7
6º França 787 563 -28,5
7º Alemanha 1.047 704 -32,8
8º Turquia 72 44 -38,9
9º Índia 282 112 -60,3
10º Coreia do Sul 692 248 -64,2
Mundo 16.150 31.367 +94,2
Fonte: OMS/JHU, 19/5/22, 8h15m.

Na classificação da variação percentual o Brasil ficou no 5º lugar. Passou de 644 para 466 mortes, entre os 2 períodos, com redução de 27,7%. Na semana passada, entre os 10 primeiros da classificação da OMS, o Brasil ficou no 1º lugar, com aumento de 9,4%.
Em números absolutos de mortes o Brasil ficou no 7º lugar, em ordem decrescente, com 466 mortes e média diária de 67 mortes entre 12 e 19/5/22. Os 6 primeiros tiveram as seguintes médias diárias de mortes no 2º período: 1º Reino Unido 1.822, 2º Estados Unidos 1.257, 3º Itália 112, 4º Rússia 101, 5º Alemanha 100, 6º França 80.
Os demais 3 países tiveram estas médias diárias: Turquia 6, Índia 16 e Coreia do Sul 35.

O Mundo teve aumento de 94,2%. Na semana passada teve redução de 37,8%. Houve hoje um assustador aumento de 1.057,2% no Reino Unido, conforme o quadro acima.
Nas variações percentuais:
Melhor colocado hoje: Coreia do Sul (10º lugar).
Pior colocado hoje: Reino Unido (1º lugar).

Dados do Mundo hoje: Casos confirmados 525.815.164; Mortes 6.289.759. Fonte: OMS/JHU, 19/5/22, 8h35m.

II) Variações percentuais de casos de Covid-19 no Brasil, em Minas Gerais e Montes Claros:

A) Brasil
29/4 a 4/5/22: 37.953; média diária: 7.591
12 a 19/5/22: 88.114; média diária: 12.016
Aumento de 58,3%
Fonte: OMS/JHU

B) Minas Gerais
28/4 a 5/5/22: 4.333
11 a 18/5/22: 12.473
Aumento de 187,9%
Fonte: SES/MG

C) Montes Claros
22 a 29/4/22: 18
6 a 13/5/22: 16
Redução de 11,1%
Fonte: SMS/Moc

Manchete:
Folha de São Paulo, 18/5/22: "Brasil tem médias crescentes de mortes e casos por Covid."

Afonso Cláudio
19/5/2022, 12h10m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86259
De: Afonso Cláudio Data: Quarta 18/5/2022 22:32:59
Cidade: Montes Claros/MG

Um tremor inesquecível

Às 10h42m de 19/05/2012, há exatamente 10 anos, os sismógrafos das Universidades de Brasília e São Paulo registraram o tremor mais intenso que já atingiu Montes Claros, de 4,2 graus Richter, com epicentro na região da saída de Montes Claros para Nova Esperança, Mirabela e outras cidades ao norte.
A duração do tremor foi de 5 a 12 segundos, na profundidade de 10 a 20 km.
O primeiro tremor registrado em Montes Claros, pela UnB, foi em 27/08/1995, de 3,7°R, também muito marcante e inesquecível.
Há 10 anos, desde 19/05/2012, não ocorrem tremores próximos ou iguais a 5°R no Norte de Minas, intensidade que é considerado o início de riscos mais graves, da Escala Richter.
O tremor de maior intensidade, já registrado no Norte de Minas, foi em 09/12/2007, de 4,9°R, com epicentro em Caraíbas, distrito de Itacarambi, quando, infelizmente, faleceu uma criança, vítima desse evento.
A possibilidade de ocorrerem tremores de 5°R ou mais, nesta e em outras regiões do Brasil, é remota, no entanto a prevenção de acidentes, que esses fenômenos podem provocar, não deve jamais ser negligenciada ou esquecida pelas populações, com os apoios e orientações da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Universidades, do CREA e dos meios de comunicação.

Eng. Afonso Cláudio de Souza Guimarães
18/05/2022, 22h29m

***


SUA VOZ

Para relembrar a data, o Programa Sua Voz, da Rádio 98FM, a partir das 10h de hoje - hora do evento - irá perguntar à população, com transmissão ao vivo: o que você estava fazendo naquele momento, conta para nós ?

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86258
De: Manoel Hygino Data: Quarta 18/5/2022 08:03:10
Cidade: Belo Horizonte

Direito à saúde

Manoel Hygino

Para o dia 21 de maio, programou-se comemorar o primeiro aniversário de inauguração do Instituto de Oncologia da Santa Casa de Belo Horizonte, que se pode identificar na avenida Francisco Sales, junto à Praça Lucas Machado. Neste período, demonstrou sua importância, o que se depreende pelas estatísticas apresentadas. Para tornar realidade a nova unidade de pesquisa e tratamento do insidioso mal, uma publicação será distribuída aos órgãos interessados e profissionais.

Muito investimento foi feito para concretizar o Instituto, um projeto longamente acalentado pela direção da SCMBH e por seus profissionais, com experiência reconhecida, tanto que parlamentares e empresas se dispuseram a contribuir com recursos. Há gente, felizmente sensível ao apelo das filantrópicas e dos seus pacientes.

Com o Instituto, já há avanços assistenciais e gerenciais significativos. Tudo passou a ser realizado em um único local, assegurando o atendimento integral ao doente oncológico. O neurocirurgião Marcos Delaretti, há poucos dias, aliás, publicou esclarecedor artigo em nossa imprensa, referindo-se à tecnologia empregada na guerra contra o câncer, possibilitando-se proporcionar, cada vez mais, bem-estar e qualidade de vida às pessoas. É verdadeiramente uma guerra, pois – como divulgou a Organização Mundial de Saúde – até 2030, a principal causa de mortes no mundo, superando as doenças cardiovasculares, é o câncer, com perspectivas assustadoras.

O mundo se empenha em combater a enfermidade. Belo Horizonte aderiu a um programa de alto significado social e humano, e aí está o Instituto de Oncologia, não apenas uma edificação visível num dos principais locais de Santa Efigênia.

É imprescindível manter acesa a chama, propiciando qualidade e segurança aos pacientes com tratamento oncológico. Como o novo estabelecimento, da Santa Casa, de efetiva contribuição como maior prestador de serviços no segmento oncológico em Minas, transformando a vida de numerosas pessoas e famílias.

A saúde é um bem inimaginável e todos têm direito a ela. As entidades particulares têm sido ágeis para o bom combate. Alegra saber que há quem pense em contribuir na luta pela saúde e na vida, pois nem tudo é futebol e baladas, como se assiste nos fins de semana, principalmente nos grandes centros urbanos do país.

Solidariedade de disposição de servir são imprescindíveis numa sociedade que precisa de cada um de seus integrantes.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86257
De: Afonso Cláudio Data: Terça 17/5/2022 21:40:17
Cidade: Montes Claros/MG

Covid-19 nos Estados Unidos

Números acumulados desde o início da pandemia, em 17/5/22, às 21h28m:
1.000.139 mortes ; 82.716.303 casos confirmados
Fonte: OMS/JHU

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86256
De: Manoel Hygino Data: Terça 17/5/2022 09:40:49
Cidade: Belo Horizonte

O poderio russo

Manoel Hygino

Enganou-se quem pensou que a guerra iniciada pela Rússia em 24 de fevereiro seria de curta duração. Compreende-se, a despeito disto, os que se equivocaram. A hipótese da saída democrática para o entrevero não se concretizou. Até porque o presidente Putin não declarou uma guerra propriamente e sequer a palavra é usada nas mensagens oficiais.

Em primeiro lugar, a Ucrânia é muito extensa territorialmente, com 603 mil km², maior do que Minas Gerais, com 586 mil km² aproximadamente. Maurício Santoro, da UFRJ, situou bem o problema: “Da Ucrânia, nós estamos falando do maior país que fica integralmente na Europa, porque a Rússia tem uma parte na Ásia, é um país com 45 milhões de habitantes. É outra escala, muita coisa ruim pode acontecer disso. A Ucrânia faz fronteira com vários outros países europeus”.

Não é o mesmo que o conflito com a Geórgia, em 2008, mesmo sendo a terra natal de Stalin. A Otan tentou impor a filiação da Ucrânia a sua área de influência e atuação, mas não deu certo. O país de Zelenski procurou filiar-se à União Europeia, mas também houve negativa. Nem lá, nem cá. A Ucrânia permaneceu sozinha, mas já sem a Crimeia, transferida ao território russo, em 2014.

Ninguém sabe exatamente o que o presidente russo pretende, mas ele não é uma múmia paralítica e não sabe retroceder. Admitia-se que, na segunda-feira, 9 de maio, se daria a cartada final de Moscou contra a Ucrânia: mais guerra. Mas não foi assim. No Dia da Vitória russa sobre Hitler, em 1945, Putin decidiu colocar em ação um espetáculo apocalíptico na Praça Vermelha, centro de Moscou. Sem sutileza, se exibiu –pelos meios possíveis- seu projeto para advertir, sobretudo os Estados Unidos e Reino Unido que não se dispõe a voltar atrás.
Quem ler estas anotações, já terá visto a amostra ameaçadora. O “avião do Juízo Final” fez seus voos aterradores para demonstrar que a indústria bélica da Rússia não se estagnou.

Nessa gigantesca aeronave se implantou o núcleo do mais poderoso artefato de guerra. Dalí se comandará uma guerra jamais imaginada pela Casa Branca ou o Pentágono. Pelo menos, era o esperado.

Também foram apresentados mísseis intercontinentais para ogivas nucleares, além de armas de destruição em massa, inventadas para uma terceira guerra completa. O que, enfim, nós não queremos.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86255
De: Maria Madalena Siqueira Data: Segunda 16/5/2022 14:31:49
Cidade: Alto Belo e Glaucilândia

Me chamo Madalena.
Gosto de ler o que é do montesclaros.com.
Dia 30 de Abril o Sr. José ponciano escreveu que ia chover de 14 a 16 deste mês e depois vai vim o frio.
Ele acertou. Choveu ontem aqui perto de alto belo e hoje choveu em Montes Claros.
Obrigada.
Maria Madalena Siqueira.


Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86254
De: Afonso Cláudio Data: Segunda 16/5/2022 12:27:54
Cidade: Montes Claros/MG

Covid-19 em Minas Gerais

I) Variações percentuais dos números de mortes devidas à Covid-19 entre 25/4 a 2/5/22 e 9 a 16/5/22 (2 períodos de 7 dias), relativas aos 10 municípios de maiores populações de Minas Gerais, em ordem decrescente, e deste Estado.
Fonte: Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de MG, 16/5/22, 10h44m.

Class. / Município / Mortes de 25/4 a 2/5/22 / Mortes de 9 a 16/5/22 / Var. %

1º Governador Valadares 0 7 infinito
2º Uberlândia 3 4 +33,3
3º Betim 2 2 0
4º Belo Horizonte 30 13 -56,7
5º Montes Claros 3 1 -66,7
6º Contagem 6 0 -100,0
6º Juiz de Fora 3 0 -100,0
6º Ribeirão das Neves 6 0 -100,0
6º Uberaba 1 0 -100,0
6º Ipatinga 2 0 -100,0

Minas Gerais 91 53 -41,8

Considerando os números de mortes publicados pelo site da Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, mais atualizados, temos 1 morte entre 22 a 29/4 e nenhuma morte entre 6 e 13/5, resultando numa redução de 100,0% entre os 2 períodos.

II) Variações percentuais dos números de casos confirmados, devidos à Covid-19, entre 25/4 a 2/5/22 e 9 a 16/5/22 (2 períodos de 7 dias), relativos aos 10 municípios de maiores populações de Minas Gerais, em ordem decrescente, e deste Estado.
Fonte: Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de MG, 16/5/22, 10h44m.

Class. / Município / Casos de 25/4 a 2/5/22 / Casos de 9 a 16/5/22 / Var. %

1º Contagem 21 154 +633,3
2º Betim 7 30 +328,6
3º Uberaba 721 2.153 +198,6
4º Uberlândia 263 650 +147,1
5º Juiz de Fora 74 175 +136,5
6º Montes Claros 9 14 +55,5
7º Ipatinga 17 24 +41,2
8º Belo Horizonte 926 1.297 +40,1
9º Governador Valadares 167 43 -74,3

Minas Gerais 5.108 11.287 +121,0

Ribeirão das Neves não foi incluído no quadro de casos dos 10 municípios, devido à incoerência dos números de casos entre 25/4 e 2/5. No período entre 9 e 16/5 o número de casos lá foi zero.

Considerando os números de casos publicados pelo site da Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, mais atualizados, temos 18 casos entre 22 e 29/4 e 16 casos entre 6 e 13/5 (2 períodos de 7 dias), resultando numa redução de 11,2% entre os 2 períodos.

Notícias sobre a Covid-19 na China:
Conforme dados da classificação da OMS/JHU e cálculos comparativos das médias diárias de 2 períodos, relativos à Covid-19 na China, houve redução de 46,2% do número de casos confirmados e de 88,9% do número de mortes, sendo o 1º período entre 28/4 a 5/5 e o 2º período entre 9 a 14/5.
Em 14/5/22 a China ocupava o 55º lugar daquela classificação, com 5.206 mortes e 1.143.659 casos confirmados desde o início da pandemia.
Em 17/3/22 aquele país estava no 123º lugar, com 4.636 mortes e 117.428 casos confirmados desde o início da pandemia.

Afonso Cláudio
16/5/22, 12h16m.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86253
De: Paulo Narciso Data: Sábado 14/5/2022 14:40:28
Cidade: M. Claros

Despediu-se hoje, em Belo Horizonte, o desembargador Álvares Cabral.

Fomos colegas na Faculdade de Direito da Universidade Católica de Minas Gerais, o embrião, o ponto de partida da PUC de hoje, onde atuei como assessor de imprensa do reitor dom Serafim Fernandes, ainda universitário. E nos tempos altos do jornal Estado de Minas (1970/1979), na época o quinto maior diário do Brasil.

Nossa turma, formada em 1975, teve como professores uma dezena de presidentes do Tribunal de Justiça e um presidente do STF, o ministro Carlos Mário da Silva Veloso, também paraninfo.

O lendário advogado Heráclito Fontoura Sobral Pinto esteve na formatura, para pessoalmente entregar ao não menos lendário Tristão de Athayde a medalha com o seu nome, instituída por sugestão da turma para homenagear anualmente - em nome da Universidade - os mais notáveis defensores pátrios dos Direitos Humanos daqueles dias, mas com conotação bem diversa da de agora.

Hoje, Álvares Cabral despediu-se.

A sua turma deu ao Judiciário de Minas outro destacado juiz - Rogério Fernal.

Assim como Cabral, que foi juiz em Espinosa, Fernal atuou no Norte de Minas - em Coração de Jesus.

Naqueles dias, repito, em que a atual PUC Minas comemorava os 25 anos de sua Faculdade de Direito, era nossa caloura uma aluna do ano imediatamente anterior, e que também chegou à presidência do STF - Cármen Lúcia.
(Ela não sabe, mas um seu antepassado, bispo, inspirou o nome do meu pai, Lúcio).

Álvares Cabral, alto, forte, sempre presente, vinha do seio de uma família de desembargadores e estava desde sempre decidido a chegar ao tribunal.

Chegou, e pretendia lá permanecer por mais tempo - até ser surpreendido por enfermidade que o internou desde o ano passado.

Hoje partiu.

Partiu, evolou-se na antevéspera da Lua de iluminação de Buda, muito antes do que projetavam os seus sonhos caprichosamente esculpidos e acalentados, galgados enfim.

Será sempre lembrado pela figura amena e atenciosa com os colegas, de nobre comportamento, prestativo, jovial e disposto, gentil numa palavra.

Fará muita falta na fotografia que ora revejo, e guardo.

Não a deixará jamais, e seu nome seguirá na agenda, ao alcance, sempre.

Desembargador Álvares Cabral da Silva. Universidade Católica, BH, 1975.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86252
De: Afonso Cláudio Data: Sábado 14/5/2022 13:50:34
Cidade: Montes Claros/MG

Pandemia do coronavírus

1) Atualização do item II/C, da mensagem 86248, de 12/5/22, referente às variações percentuais de casos confirmados da Covid-19 em Montes Claros:

22 a 29/4/22: 18
6 a 13/5/22: 16
Redução de 11,2%
Fonte: SMS/Moc, 13/5/22

2) Manchete:

g1, 13/5/22: "Coreia do Norte registra 21 mortes suspeitas em meio a surto de Covid-19." "Balanço oficial não confirma a causa das mortes, apenas que pacientes tiveram febre; país anunciou na véspera sua primeira morte pela doença em toda a pandemia."
"A Coreia do Norte fica próxima de países que enfrentaram ou ainda enfrentam surtos da variante ômicron, como Coreia do Sul e China, onde várias cidades estão em confinamento há várias semanas."

Afonso Cláudio
14/5/22, 13h47m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86251
De: Manoel Hygino Data: Sábado 14/5/2022 07:55:25
Cidade: Belo Horizonte

A greve do metrô

Manoel Hygino

A longa greve dos metroviários de Belo Horizonte chegou ao término. Mas o problema não está resolvido. Trata-se de algo que desafia as autoridades de um modo geral. Não se circunscreve apenas ao município, nem a seus dirigentes. Os três poderes estão envolvidos, pois Estado e União não podem eximir-se de participar.

Enfim, uma das maiores capitais do país, a primeira construída para esse fim na República, tem no transporte público urbano um dos maiores entraves a seu desenvolvimento e as dificuldades de seu povo.
Estamos há décadas enfrentando uma lamentável procrastinação, em detrimento do interesse maior de seus segmentos populacionais, que precisam e demandam por transporte urbano eficiente para cumprimento de seus deveres. Todos os munícipes sofrem, reclamam, sem que se dê solução, que enfim todos sabem qual seja.

Desta vez última, parou-se porque os metroviários não estão de acordo em que o sistema seja privatizado. É um direito seu, mas cabe ao poder público oferecer uma proposta que atenda a interesses superiores, que se avolumam à medida que os anos passam

Não se chega a conclusão conveniente com adiamentos. Por outro lado, se constata como o transporte ferroviário de superfície é fundamental à vida das pessoas e mais o será, com o crescimento da população e de suas atividades.

Em recente livro em que presta contas de sua atuação como gestor do Estado, o ex-governador Eduardo Azeredo descreve seus esforços para solucionar o problema. Conta de tratativas junto ao governo federal visando à liberação de recursos previstos para construção do nosso e dos demais metrôs do país. Para ele, o problema, principalmente o transporte por trens e metrôs precisa ser encarado de forma mais adequada.

Observa que o número crescente de veículos nas ruas e a ausência de obras estruturais dificultam a vida das pessoas, que terão de enfrentar, cada vez mais, engarrafamentos nas grandes cidades. E, como não poderia de ser, prejudicam-se os trabalhadores e as empresas a que servem, gerando reveses e acidentes mortais.

O que se espera é que não tenhamos de enfrentar mais paralizações para que o poder público se defina a trabalhar por nossas cidades maiores, entre as quais Belo Horizonte se inscreve. Não é pedir demais. Enfim, o volume de tributos pagos é bastante significativo, como mostram as estatísticas.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86250
De: Afonso Cláudio Data: Sexta 13/5/2022 10:22:04
Cidade: Montes Claros/MG

Covid nos EUA; mortes se aproximam de 1 milhão

Segundo os especialistas, os principais motivos para os Estados Unidos serem o país com o maior número absoluto de mortes por Covid no Mundo são:
- obesidade e hipertensão
- sistema hospitalar sobrecarregado
- grande parte da população idosa
- muita hesitação para tomar vacina

Classificação de mortes por 100 mil habitantes dos 10 primeiros países do quadro da OMS, em ordem decrescente:

Class. / País / Mortes / Mortes/100 mh

1º Brasil 664.874 311,7
2º Estados Unidos 999.128 301,4
3º Itália 164.976 272,8
4º Reino Unido 177.274 261,1
5º Rússia 369.855 253,4
6º França 143.952 220,5
7º Alemanha 137.348 163,9
8º Turquia 98.878 117,2
9º Coréia do Sul 23.606 46,0
10º Índia 524.190 38,0
Mundo 6.260.934 79,4

Fontes: OMS/JHU, Wikipedia e g1 (13/5/22, 7h30m a 9h30m)

Como se observa no quadro acima, em mortes por 100 mh os Estados Unidos (301,4) são inferiores apenas ao Brasil (311,7).

Afonso Cláudio
13/5/22, 10h15m - Paz, Saúde e Justiça para o Mundo, com a proteção de Nossa Senhora do Rosário de Fátima.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86249
De: José Ponciano Neto Data: Quinta 12/5/2022 21:16:33
Cidade: Montes Claros- MG  País: Brasil

INCÊNDIO ATINGE APARTAMENTO EM CONDOMÍNIO NO CENTRO DE MONTES CLAROS.

Apartamento fica no quinto andar no Condomínio Cidade Montes Claros Rua João Souto 540 – centro. Parte do imóvel foi destruída pelas chamas. Causas do incêndio ainda não foram esclarecidas.

O incêndio foi na tarde dessa Quinta-feira 12/05; segundo o Corpo de Bombeiros, “possivelmente” as chamas começaram em um dos banheiros alastrando para o closet da suíte chegando ao banheiro social e outro quarto.

No momento do incêndio não tinha ninguém no apartamento, as causas são desconhecidas e ninguém ficou ferido. Os funcionários do condomínio tentaram conter as chamas usando extintores, mas não conseguiram - logo o Corpo de Bombeiros Militar chegou utilizou “hidrante” do andar - debelando o fogo.

Os militares gastaram 4 mil litros de água - o trabalho de combate durou 01 hora sobre os olhares de curiosos e dos moradores.
.
O fogo destruiu todos os móveis, eletros domésticos, roupas e documentos. As paredes e revestimentos ficaram danificados por causa do calor – a água usada no combate ao incêndio inundou outros cômodos, porém foi essencial para salvar os demais móveis e aparelhos domésticos no interior imóvel – contou um dos bombeiros.
Os demais moradores foram orientados pelos bombeiros militares a evacuarem até acabar o rescaldo do combate ao fogo - elevadores foram desligados e área isolada.

A administradora do condomínio ainda não manifestou acerca do acontecimento.

O Condomínio Cidade Montes Claros (foto) conta o sistema preventivo de combate a incêndio sendo: 01 reservatório de 10 mil litros exclusivo - todos os andares são providos por um hidrante e um extintor (foto).

Até o fechamento não tem informação se foi apresentado o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) ao comandante da equipe combatente.

XII-V-XXII
(*) José Ponciano Neto é condômino no Edifício Cidade Montes Claros – Colunista no SITE: montesclaros.com

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86248
De: Afonso Cláudio Data: Quinta 12/5/2022 11:01:53
Cidade: Montes Claros/MG

Pandemia do coronavírus

I) Variações dos números de mortes por Covid-19 entre 21 a 28/4/22 e 5 a 12/5/22 (2 períodos de 7 dias), relativas aos 10 primeiros países da classificação da Organização Mundial da Saúde, em ordem decrescente dos percentuais.
1 país (10,0%) teve aumento, o Brasil, de 9,4%.
9 países (90,0%) tiveram reduções, variando de 9,5% (Estados Unidos) a 87,3% (Índia).

Class. / País / Mortes 21 a 28/4 / Mortes 5 a 12/5 / Var. %

1º Brasil 691 756 +9,4
2º Estados Unidos 2.532 2.292 -9,5
3º Itália 1.015 805 -20,7
4º Alemanha 1.446 1.059 -26,8
5º França 946 692 -26,9
6º Reino Unido 2.064 1.371 -33,6
7º Turquia 108 62 -42,6
8º Coréia do Sul 799 396 -50,4
9º Rússia 1.357 670 -50,6
10º Índia 1.625 206 -87,3

Mundo 21.314 13.077 -38,7

Fonte: OMS/JHU, 12/5/22, 7h38m.

Na classificação da variação percentual o Brasil ficou no 1º lugar. Passou de 691 para 756 mortes, entre os 2 períodos, com aumento de 9,4%. Na semana passada, entre os 20 primeiros países da classificação da OMS, o Brasil ficou no 7º lugar, com redução de 14,7%.
Em números absolutos de mortes o Brasil ficou no 5º lugar, em ordem decrescente, com 756 mortes e média diária de 108 mortes entre 5 e 12/5/22.
Os 4 primeiros tiveram as seguintes médias diárias de mortes no 2º período: 1º Estados Unidos 327, 2º Reino Unido 196, 3º Alemanha 151, 4º Itália 115.
Os demais 5 países variaram suas médias diárias entre 9 (Turquia) e 99 (França).

O Mundo teve redução de 38,7%. Na semana passada teve redução de 7,7%.

Nas variações percentuais
Melhor colocado hoje: Índia (10º lugar)
Pior colocado hoje: Brasil (1º lugar)

Dados do Mundo: Casos confirmados 519.485.157; Mortes 6.258.392. Fonte: OMS/JHU, 7h43m, 12/5/22.

II) Variações percentuais de casos confirmados do Covid-19 no Brasil, em Minas e Montes Claros:

A) Brasil
22 a 29/4/22: 88.291
04 a 11/5/22: 137.515
Aumento de 55,7%
Fonte: OMS/JHU

B) Minas Gerais
21 a 28/4/22: 3.275
04 a 11/5/22: 7.259
Aumento de 121,6%
Fonte: SES/MG

C) Montes Claros
Como o último Boletim Epidemiológico da SMS/Moc é de 6/5/22, permanece a informação da mensagem 86241, ou seja, aumento de 122,13% para os casos de covid-19.

Manchetes:
g1, 12/5/22: "Covid-19: Coréia do Norte confirma primeiro surto causado pela subvariante ômicron e impõe confinamento."
"EUA superam marca de 1 milhão de mortes por Covid."
Uai/EM, 12/5/22: "Covid-19 - UFMG detecta nova linhagem da variante ômicron no Brasil."
Hoje em Dia, 12/5/22: "Pandemia em Minas - Nova subvariante da Covid é encontrada em pacientes que estiveram no Rio."

Afonso Cláudio
12/5/22, 10h53m - amanhã: Nossa Senhora de Fátima
Saúde e paz para o Mundo.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86247
De: Manoel Hygino Data: Quarta 11/5/2022 09:41:35
Cidade: Belo Horizonte

Aplicativo automatiza e acelera processo contratação de pessoas nas empresas

Manoel Hygino

Uma das dores de cabeça das áreas de Gestão de Pessoas e Recursos Humanos nas empresas é o trâmite e aprovação de documentos. Nos últimos dois anos, o processo ainda ficou mais demorado e complicado com a pandemia que obrigou muitas companhias a adotarem o sistema de home office. Muitas etapas que eram feitas pessoalmente, tiveram que ser realizadas virtualmente com uma infinidade de troca de mensagens.

A BHS, empresa especializada em estratégias de TI, foi uma das que passou a viver essa realidade (são cerca de 10 contratações mensais) e, aproveitando a sua expertise, desenvolveu o aplicativo Onboarding. O sistema conta com dois apps desenvolvidos para juntos automatizarem o processo de contratação de novos colaboradores, trazendo uma nova experiência e conectando as áreas envolvidas.

Para tornar o processo mais simples e amigável, um dos aplicativos do Onboarding foi desenvolvido de forma gameficada: o futuro colaborador percorre uma jornada de cinco etapas acompanhadas por porcentagens até o objetivo final, que é finalizar sua contratação. No outro, todas as equipes envolvidas acompanham essas etapas e validam as informações enviadas, gerenciando de forma virtual todo o processo.

O colaborador pode usar o aplicativo na versão mobile, acessa as etapas do processo e envia todas as informações e documentos necessários para concluir a contratação.

Além de otimizar todo o processo de contratação, o Onboarding é uma ferramenta que permite uma experiência positiva do colaborador no seu primeiro contato com a empresa. Ele se sente valorizado e parte da equipe.

O aplicativo de Onboarding foi desenvolvido utilizando PowerApps, Power Automate e o SharePoint Online para o armazenamento dos dados.

A BHS, empresa especializada em estratégias de TI, registrou um faturamento de R$ 54 milhões em 2020, o que represento um crescimento total de 32% em relação a 2019. No primeiro semestre deste ano, a receita total continuou a crescer se comparada à do mesmo período de 2020, com alta de 30%. Para 2021, a projeção é encerrar o ano com um faturamento 34% maior que o apurado no ano passado.

Com sede em Belo Horizonte (MG), a BHS foi fundada há 26 anos. Atualmente, a empresa conta com mais de 1.200 clientes no Brasil. Por anos consecutivos, a companhia vem sendo reconhecida como uma das melhores empresas para se trabalhar no país, segundo o Great Place ToWork.

Hoje, a BHS é uma das únicas cinco empresas latino-americanas detentoras de uma das certificações mais exigentes oferecidas pela Microsoft: a especialização avançada em Adoção e Gestão de Alterações (AdoptionandChange Management). Ao todo, a companhia possui 17 certificações da Microsoft.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86246
De: Afonso Cláudio Data: Quarta 11/5/2022 08:12:37
Cidade: Montes Claros/MG

Dois tremores de terra ocorreram ontem, 10/5/22, na Argentina. O segundo, à noite, foi sentido no Estado de São Paulo, sem gravidade.

Data Hora (Brasília) Hora (UTC) Lat. (º) Lon. (º) Magnitude Prof. (km) Local Tipo Info
1 10/05/2022 20:06:30 23:06:30 -23.44 -66.53 6.7 Mw(mB) 211.3 Jujuy Province, Argentina N
2 10/05/2022 05:42:06 08:42:06 -27.10 -63.37 5.4 mb 565.5 Santiago Del Estero Prov., Argentina

Manchete da Folha de São Paulo: "Moradores de São Paulo e Minas Gerais sentiram tremor de terra após terremoto na Argentina Em Itatiba, no interior de SP, prédios foram evacuados. Não há registro de feridos e de prejuízos materiais 11.mai.2022 às 4h14"

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86245
De: Afonso Cláudio Data: Terça 10/5/2022 17:01:39
Cidade: Montes Claros/MG

Acidentes rodoviários

montesclaros.com: "Conrado, da dupla com Aleksandro, continua internado em estado grave. Acidente de ônibus matou o cantor Aleksandro e mais seis pessoas. Segunda, 09/05/22 - 6h06"
"...O ônibus que levava a equipe dos músicos perdeu o controle após um pneu estourar..."
"Rodovia Régis Bittencourt, próximo de Miracatu, no interior de São Paulo."
"O ônibus, que tombou no canteiro central da rodovia, levava 19 pessoas. Fora as seis que morreram no local, duas não sofreram lesões e 11 foram levadas ao pronto-socorro de Registro (SP)."

Considerando que a Rodovia Régis Bittencourt é de pistas duplas, teoricamente diminuem os riscos de acidentes tão graves, como o aqui citado, se compararmos com as de pistas simples.
Mas as informações até agora divulgadas nos permitem refletir sobre quais as prováveis causas do acidente.

I) Excesso de velocidade:

g1, 09/05/22, 05h09: "Conteúdo (vídeo) mostra veículos dos músicos acelerando a aproximadamente 140 km/h".
"PRF aponta que o vídeo foi feito na Rodovia Régis Bittencourt, por volta do km 454 - a ocorrência foi registrada no km 402. A velocidade máxima para veículos de grande porte no local da gravação é de 80 km/h."

II) Estouro de pneu:

Qual seu estado (defeituoso ou não)? Foi calibrado corretamente? Havia algum defeito na pista que pudesse ter provocado seu estouro?

III) Estabilidade do ônibus:

Além da velocidade excessiva, o centro de gravidade dos ônibus mais novos é muito alto e pode contribuir para que o mesmo perca a estabilidade na pista e fique mais vulnerável ao tombamento.

IV) Cintos de segurança:

Os passageiros do ônibus usavam os cintos de segurança?

V) Agenda intensa de shows:

Folha de São Paulo, 09/05/22: "Por que tantos sertanejos como Aleksandro morrem em acidente na estrada. Agenda intensa de shows obriga cantores do gênero a caírem na estrada."

VI) Outros artistas que também viajavam com frequência e perderam suas vidas em acidentes rodoviários:

Francisco Alves (1952)
Gonzaguinha (1991)
João Paulo (1997)
Cristiano Araújo (2015)

Que descansem em paz no Reino de Deus. Serão eternamente lembrados.

As reflexões podem ser úteis para outros motoristas sempre se prevenirem contra os acidentes rodoviários.
Deus nos abençoe e proteja.

Afonso Cláudio
10/05/22, 16h57m.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86244
De: Manoel Hygino Data: Terça 10/5/2022 08:33:16
Cidade: Belo Horizonte

O caso Daniel

Manoel Hygino

Ainda ocupa espaço nos meios de ocupação e tempo do distinto público. Refiro-me à graça concedida pelo presidente da República ao deputado Daniel Silveira. Por motivos óbvios, não sabe o cidadão julgar, conduzindo-se equivocadamente por razões partidárias ou de apoio ao chefe do Executivo.

Aos homens que dirigem os destinos nacionais cabe a grave responsabilidade de pesar as consequências de seus atos, considerando as consequências de posições que assumem em sua integralidade. O já rumoroso caso Daniel Silveira é bem típico e poderia contribuir para gravar a hora política, já tensa e ameaçadora neste quinto mês do ano.

Publicado no Estadão, no último 24 de abril, há algo que merece atenção e respeito. Quem se pronuncia é uma autoridade: Carlos Mário da Silva Velloso, de reconhecidas qualidades como escritor, membro da Academia Mineira de Letras e jurista de alto nível. Ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF), ex-presidente do STF e do Tribunal Superior Eleitoral, professor emérito da Universidade de Brasília (UnB) e da PUC Minas. Membro também da Academia Brasileira de Letras.

Afirma o professor em linguagem fácil e acessível: “O presidente da República tem competência para conceder indulto e comutar penas. Nessa atividade, entretanto, não pode desviar-se da lei, porque não vale a vontade do governante, vale a vontade da lei. Acresce que, sem a existência de uma pena legalmente fixada (a decisão pende de recursos), estaria sendo perdoada pena inexistente, formalmente. E vai além, desviando-se da finalidade do ato, pratica abuso de poder, dado que o decreto presidencial, no caso, constitui, simplesmente, tentativa – ao arrepio da cláusula pétrea da separação dos poderes –, de tornar ineficaz a decisão proferida pelo Supremo Tribunal. Ora, o que a Constituição outorgou ao presidente da República foi competência para conceder indulto. E o indulto nada mais é do que o perdão da pena imposta. É perdão que se concede para a realização de uma finalidade de interesse público, jamais para confrontar o Judiciário, jamais para corrigir a justiça ou injustiça da decisão judicial”.

Finalmente: “Comportando-se o Chefe de Estado, na prática do ato, nos parâmetros indicados na lei e na Constituição, não cabe o reexame, pelo Judiciário, do seu mérito. Fora daí, é ato nulo, porque inconstitucional, que assim deve ser declarado pelo Supremo Tribunal Federal. Persistindo o ato inconstitucional, constituirá perigoso precedente, retrocesso que coloca mal o país no concerto das nações”.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86243
De: Afonso Cláudio Data: Segunda 9/5/2022 15:50:32
Cidade: Montes Claros/MG

Covid-19 em Minas Gerais

I) Variações percentuais do número de mortes devidas à Covid-19 entre 18/4 a 25/4/22 e 02 a 09/05/22 (2 períodos de 7 dias), relativas aos 10 municípios de maiores populações de Minas Gerais, em ordem decrescente, e deste Estado.
Fonte: Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de MG, 09/05/22, 11h32m.

Class. / Município / Mortes de 18 a 25/04/22 / Mortes de 02 a 09/05/22 / Var. %
1º Uberlândia 0 2 infinito
1º Uberaba 0 1 infinito
1º Ipatinga 0 2 infinito
2º Belo Horizonte 16 19 +18,7
3º Juiz de Fora 0 0 0
4º Contagem 9 4 -55,6
5º Ribeirão das Neves 5 1 -80,0
6º Betim 10 1 -90,0
7º Montes Claros 21 1 -95,2
8º Governador Valadares 1 0 -100,0

Minas Gerais 113 66 -41,6

Considerando os números de mortes publicados pelo site da Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, mais atualizados, temos 2 mortes entre 18 e 27/04 e 3 mortes entre 29/04 e 6/05, resultando num aumento de 50,0% entre os 2 períodos.

II) Variações percentuais do número de casos confirmados, devidos à Covid-19, entre 18 a 25/4/22 e 02/05 a 09/05/22 (2 períodos de 7 dias), relativos aos 10 municípios de maiores populações de Minas Gerais, em ordem decrescente, e deste Estado.
Fonte: Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de MG, 09/05/22, 11h32m.

Class. / Município / Casos de 18 a 25/04/22 / Casos de 02/05 a 09/05/22 / Var. %

1º Uberaba 19 895 +4610,5
2º Contagem 19 216 +1036,8
3º Uberlândia 43 353 +720,9
4º Montes Claros 9* 24 +166,7
5º Belo Horizonte 376 669 +77,9
6º Ipatinga 11 17 +54,5
7º Governador Valadares 130 200 +53,8
8º Betim 7* 8 +14,3
9º Juiz de Fora 247 0 -100,0

Minas Gerais 3054 5779 +89,2

*Foram considerados os números de casos do primeiro período, referentes a Montes Claros e Betim, entre 25/04 a 02/05/22, devido à incoerência dos números de casos desses 2 municípios de 18 a 25/04/22.
Ribeirão das Neves não foi incluído no quadro de casos dos 10 municípios devido ao mesmo problema, tanto entre 18 a 25/04/22, como entre 25/04 a 02/05/22.

Considerando os números de casos publicados pelo site da Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, mais atualizados, temos 20 casos entre 18 e 27/4 e 19 casos entre 29/4 e 6/5. Calculando as médias dos 2 períodos, temos 2,22/dia e 2,71/dia, resultando num aumento de 22,0% entre os 2 períodos.

Manchetes:
g1/JH, 06/05/22: "Comissão Nacional de Saúde da China diz que situação da Covid-19 melhorou, mas ainda é complexa e séria."
g1/JH, 09/05/22: "Número de mortes por Covid se aproxima de 1 milhão nos EUA."
"Pequim fecha academias de ginástica e restaurantes só podem fazer entregas."
Posição da China na classificação da OMS hoje, 10h52m: 58º, a mesma de 05/05/22 (mensagem 86239), mas com 5.185 mortes e 1.087.594 casos confirmados.

Afonso Cláudio
09/05/22, 15h43m.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86242
De: Manoel Hygino Data: Sábado 7/5/2022 08:23:11
Cidade: Belo Horizonte

O Brasil que cresce

Manoel Hygino

O noticiário da mídia nem sempre é digerível, mas, algumas vezes, até consegue encher-nos de expectativas positivas. Não é por menos. Há mais de dois anos, duração da Covid no mundo e de outros males que nos afetam – inclusive na política ­–, estamos passando pelos sofrimentos da insegurança nos diversos campos de atuação laboral e de vida.

Mas, numa edição de jornal, no finalzinho de março, encontrei algo alentador. A economia do Brasil cresceu 4,6% em 2021 – divulgou o IBGE -, superou inclusive as perdas do primeiro ano da pandemia, quando a economia contraiu 3,9%. No quarto trimestre, o Produto Interno Bruto cresceu 0,5%. Houve melhora em relação aos trimestres anteriores, quando o Brasil entrou em recessão técnica, caracterizada por duas quedas consecutivas do PIB.

O PIB per capita alcançou R$ 40.688 em 2021. Cresceram ainda comércio (5,5%), atividades imobiliárias (2,2%), administração, defesa, saúde e educação públicas e seguridade sociais (1,5%) e atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (0,7%).

“As indústrias de transformação (4,5%), com maior peso no setor, também cresceram, influenciadas principalmente pela alta nas atividades de fabricação de máquinas e equipamentos; metalurgia; fabricação de outros equipamentos de transporte; fabricação de produtos minerais não metálicos; e indústria automotiva. As indústrias extrativas avançaram 3% devido à alta na extração de minério de ferro”, informou o IBGE.

Esqueceu-se de contar que também cresceu a inflação, com a consequente onda de reclamações contra a elevação dos preços de inúmeras mercadorias, inclusive os bens de consumo diário da população. Quem quiser conferir, é só ir aos supermercados, armazéns e feiras.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86241
De: Afonso Cláudio Data: Sábado 7/5/2022 07:32:29
Cidade: Montes Claros/MG

"Entre os dias 30 e esta sexta-feira, M. Claros divulga mais 19 casos de coronavírus. E outras 3 mortes, de registro tardio, em janeiro e fevereiro
Sexta 06/05/22 - 17h31"

Em consequência da modificação publicada ontem pela Secretaria Municipal de Saúde de Montes Claros, dos números de casos confirmados de coronavírus, entre outros, atualizamos o item III da mensagem 86240, de 6/5/22, 9h35m:

De 13 a 22/4: 11
11/9 = 1,22/dia

De 29/4 a 6/5/22: 19
19/7 = 2,71/dia

(2,71/1,22 - 1) x 100 = + 122,13% (aumento percentual do 1º para o 2º período).
Fonte: SMS/Moc, 6/5/22, 17h31m.

Afonso Cláudio
07/05/22, 7h27m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86240
De: Afonso Cláudio Data: Sexta 6/5/2022 09:35:31
Cidade: Montes Claros/MG

Variações percentuais de casos confirmados de Covid-19

I) Brasil
15 a 22/4: 96.605
29/4 a 6/5: 105.263
Aumento de 8,96%
Fonte: OMS/JHU, 6/5/22, 7h15m

II) Minas Gerais
15 a 22/4: 3.130
28/4 a 5/5: 4.333
Aumento de 38,43%
Fonte: SES/MG, 6/5/22

III) Montes Claros
11 a 18/4: 9
22 a 29/4*: 18
Aumento de 100,0%
Fonte: SMS/Moc, 6/5/22
*Último dia com dado disponível no site

Afonso Cláudio
6/5/22, 9h31m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86239
De: Afonso Cláudio Data: Quinta 5/5/2022 15:00:54
Cidade: Montes Claros/MG

Pandemia do coronavírus

Variações dos números de mortes por Covid-19 entre 14 e 21/4/22 e 28/4 a 5/5/22 (2 períodos de 7 dias), relativas a 19 entre os 20 primeiros países da classificação da Organização Mundial da Saúde, em ordem decrescente dos percentuais.
4 países (21,1%) tiveram aumentos, variando de 1,9% (Itália) a 88,1% (Estados Unidos).
15 países (78,9%) tiveram reduções, variando de 13,2% (Índia) a 87,5% (Vietnam)

Class. / País / Mortes 14 a 21/4 / Mortes 28/4 a 5/5 / Var. %
I) 5 maiores variações percentuais
1º Argentina 59 111 +88,1
2º Estados Unidos 2.648 3.965 +49,7
3º Alemanha 944 1.047 +10,9
4º Itália 911 928 +1,9
5º França 836 787 -5,9

II) 5 menores variações percentuais
15º Colômbia 21 12 -42,9
16º Turquia 135 72 -46,7
17º Coréia do Sul 1.315 692 -47,4
18º Irã 185 97 -47,6
19º Vietnam 104 13 -87,5

Fonte: OMS/JHU, 5/5/22, 8h42m

Na classificação da variação percentual o Brasil ficou no 7º lugar. Passou de 755 para 644 mortes, do 1º para o 2º período, com redução de 14,7%. Na semana passada o Brasil ficou no 10º lugar, com redução de 25,2%.
Em números absolutos de mortes o Brasil ficou no 8º lugar, em ordem decrescente, com 644 mortes e média diária de 92 mortes entre 28/4 e 5/5/22. Os 7 primeiros tiveram as seguintes médias diárias de mortes no 2º período: 1º Estados Unidos 566, 2º Reino Unido 157, 3º Alemanha 149, 4º Rússia 137, 5º Itália 132, 6º França 112, 7º Coréia do Sul 99.
Os demais 11 países variaram suas médias diárias entre 2 (Colômbia) e 63 (Espanha).

O Mundo teve redução de 7,7%. Passou de 17.491 para 16.150 mortes entre os 2 períodos. Na semana passada teve também 7,7% de redução.

Nas variações percentuais
Melhor colocado hoje: Vietnam (19º lugar)
Pior colocado hoje: Argentina (1º lugar)

Comparação com a semana anterior
Destaques positivos: Índia (passou do 1º para o 6º lugar), Espanha (do 7º para o 12º), Irã (do 14º para o 18º), Indonésia (do 4º para o 14º).
Destaques negativos: Estados Unidos (do 13º para o 2º), Alemanha (do 8º para o 3º), Polônia (do 15º para o 9º).

Dados do Mundo: Casos confirmados 515.639.885; Mortes 6.245.351
Fonte: OMS/JHU, 5/2/22, 9h50m.

Posições da China

Em 17/3/22:
123º lugar na classificação da OMS (entre 200 países e territórios)
Mortes: 4.636; Casos: 117.428

Em 20/4/22:
76º lugar na classif. da OMS
Mortes: 4.655; Casos 663.393

Em 28/4/22:
64º lugar na classif. da OMS
Mortes 4.876; Casos 920.716

Em 5/5/22:
58º lugar na classif. da OMS
Mortes 5.141; Casos 1.066.668

Manchetes:
montesclaros.com, 4/5/22, 12h42: "Montes Claros comunica: `Liberou geral - Prefeitura revoga todas as medidas restritivas de prevenção à Covid-19`."
g1, 4/5/22, 20h06: "Brasil registra média móvel de 93 mortes diárias por Covid, a menor desde dezembro."
g1, 4/5/22, 20h00: "Vacinação contra a Covid: 40% da população tomou a dose de reforço; 76,5% está totalmente imunizada." (Brasil)
Folha de SP, 4/5/22, 20h00: "População vacinada no Brasil: 84,8%, ao menos uma dose (dose única ou 1a. dose); 76,5%, 1º ciclo vacinal (dose única ou 2a. dose); 40,6%, dose de reforço."
g1, 5/5/22, 9h7m: "Com cerca de 15 milhões, Mundo teve 3 vezes mais mortes na pandemia do que apontam os dados oficiais até 2021, diz OMS."
Folha de SP, 5/5/22, 10h40m: "Pandemia matou entre 13,3 e 16,6 milhões de pessoas em 2020 e 2021, aponta OMS."

Oficialmente, a nível de OMS, a pandemia do coronavírus ainda não acabou.
Prevenção nunca é demais, tanto nas doenças, quanto nos acidentes de trânsito, de trabalho, de vida em geral (exs: com eletricidade, água, gás, fogo, animais peçonhentos, mosquitos etc).
Tenho a impressão que aprendemos bastante como nos prevenir contra a covid, como foi amplamente divulgado pelos meios de comunicação. Além das vacinas, importantíssimas, principalmente em ambientes fechados, podemos nos proteger com máscara. E sempre lavar as mãos com água e sabão ou usar álcool em gel, higienizar alimentos e ambientes, por exemplo. Mas fica a critério de cada pessoa. Que Deus nos abençoe e proteja.

Ciência, saúde e paz.
Eng. Afonso Cláudio de Souza Guimarães
05/05/22, 14h53m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86238
De: Afonso Cláudio Data: Quarta 4/5/2022 13:25:09
Cidade: Montes Claros/MG

Pandemia nos Estados brasileiros

Segunda parte da mensagem 86236, de 3/5/22
Classificação dos casos por 100 mil habitantes, acumulados desde o início da pandemia do coronavírus, dos 26 Estados e Distrito Federal, do Brasil, em ordem decrescente, até 3/5/22.
Fontes: g1.com.br/coronavirus e IBGE, 3/5/22, entre 9h30m e 11h40m.

A) Class. / Estados / Nº absol. casos até 3/5/2
5 maiores números absol. casos
1º São Paulo 5.392.656
2º Minas Gerais 3.357.844
3º Paraná 2.446.159
4º Rio Grande do Sul 2.338.158
5º Rio de Janeiro 2.142.829

B) Class. / Estados / Casos/100 mh até 3/5/22
5 maiores índices casos/100 mh
1º Espírito Santo 25.481,0
2º Roraima 23.819,3
3º Santa Catarina 23.215,7
4º Distrito Federal 22.520,2
5º Rondônia 22.125,7

C) Class. / Estados / Nº absol. casos até 3/5/22
5 menores números absol. casos
23º Tocantins 304.529
24º Alagoas 298.036
25º Amapá 160.393
26º Roraima 155.472
27º Acre 124.921

D) Class. / Estados / Casos/100 mh até 3/5/22
5 menores índices casos/100 mh
23º Bahia 10.296,4
24º Pernambuco 9.548,7
25º Pará 8.733,1
26º Alagoas 8.856,0
27º Maranhão 6.050,0

E) Posições dos Estados da Região Sudeste no índice casos/100 mh
Esta Região corresponde a 42,0% da população e 39,2% dos casos acumulados do Brasil até ontem.
Class. / Estados / Casos/100 mh até 3/5/22
1º Espírito Santo 25.481,0
13º Minas Gerais 15.682,1
20º Rio de Janeiro 12.270,4
21º São Paulo 11.560,0

O Brasil, com 30.456.873 casos desde o início da pandemia tem 14.277,7 casos/100 mh, o que corresponderia a uma posição entre o 14º (Paraíba, 14.834,6 casos/100 mh) e o 15º lugares (Rio Grande do Norte, 14.137,5 casos/100 mh).

Manchete:
g1, 3/5/22, 20h5m: "Brasil registra 108 mortes por Covid em 24 horas; média móvel volta à estabilidade."

Afonso Cláudio
04/05/22, 13h20m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86237
De: Manoel Hygino Data: Quarta 4/5/2022 09:46:44
Cidade: Belo Horizonte

João Valle, cem anos

Manoel Hygino

Deveria ser publicado este texto em 26 de abril, data do centenário de nascimento de João Valle Maurício, um dos mais brilhantes mineiros, nascido em Montes Claros, em 1922. Os óbices naturais ao desempenho das atribuições da existência não permitiram. Mas nunca é tarde lembrar-se dos bons, porque ele tem permanente espaço em nossa memória.

João Valle Maurício, filho de uma das queridas famílias do município, se realizou nas múltiplas atividades a que se dedicou, partindo do exercício de Medicina, em que atuou como médico, e mais: Integrou a Associação Médica de Minas Gerais, a Academia Mineira de Medicina, atuou como empresário no ramo hospitalar, na hora em que a população muito precisava.
Mais adiante, recebeu homenagens pelo devotamento a seus pacientes em muitas cidades do sertão, distinguido como Cidadão Honorário. Depois, nomeado secretário de Saúde do Estado, com gestão benéfica e reconhecida.

Participou de todas as iniciativas que visavam à proteção da saúde de nosso povo, inclusive na prevenção de doenças típicas, como o provou no exercício do cargo de secretário. Simultaneamente, esteve aliado a todos os movimentos sociais, artísticos, intelectuais e históricos de importância às comunidades do interior, abraçando as melhores causas.
Na área cultural, o polivalente João Valle Maurício soube manusear as letras com a maestria dos grandes compositores ou com a preciosidade dos artistas plásticos, como já se comentou. Sua produção literária vem dos tempos de sua juventude. Autor de muitos livros como Grotão, Tapioca, Pássaros na Tempestade, Rua do Vai Quem Quer, Janela do Sobrado e Beco da Vaca, dentre outros, pois deve estar lançando agora (ou o foi nestes dias) o romance Caraíbas, uma saga da história de sua/nossa cidade. Foi membro da Academia Mineira de Letras.

Em jornais locais, sempre publicou crônicas e “causos”, em que é tão fértil o território norte-mineiro, transformados em alegre passatempo de toda uma geração e motivo para as conversas de fim de semana. Mas não permaneceu mais em meio aos amigos e admiradores. Faleceu em 23 de março de 2000, deixando viúva Milene Antonieta Coutinho Maurício, escritora premiada, pedagoga, pesquisadora de invejável talento, de cuja união nasceram Mânia, Nair, Maria Vitória e Lilian, estas duas dando sequência à divulgação da obra do pai, que se inclui no rol dos centenários gratos em abril passado.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86236
De: Afonso Cláudio Data: Terça 3/5/2022 17:53:07
Cidade: Montes Claros/MG

Pandemia nos Estados brasileiros

Uma classificação dos números absolutos e dos índices de mortes por 100 mil habitantes, dos 26 Estados e Distrito Federal, do Brasil, em ordem decrescente, considerando desde o início da pandemia do coronavírus (primeiros casos no Brasil nos últimos dias de janeiro/2020 e primeiro óbito em 12/3/2020, em São Paulo), até 03/05/2022, revelou os seguintes resultados:
Fontes: g1.com.br/coronavirus e IBGE, 3/5/22, entre 9h30m e 11h40m.

A) Class. / Estados / Nº absol. mortes até 3/5/2
5 maiores números absol. mortes
1º São Paulo 168.227
2º Rio de Janeiro 73.470
3º Minas Gerais 61.318
4º Paraná 42.871
5º Rio Grande do Sul 39.294

B) Class. / Estados / Mortes/100 mh até 3/5/22
5 maiores índices mortes/100 mh
1º Rio de Janeiro 420,7
2º Mato Grosso 417,7
3º Rondônia 396,9
4º Distrito Federal 376,6
5º Mato Grosso do Sul 370,8

C) Class. / Estados / Nº absol. mortes até 3/5/22
5 menores números absol. mortes
23º Sergipe 6.343
24º Tocantins 4.153
25º Roraima 2.151
26º Amapá 2.130
27º Acre 2.002

D) Class. / Estados / Mortes/100 mh até 3/5/22
5 menores índices mortes/100 mh
23º Acre 220,7
24º Pará 208,2
25º Alagoas 205,9
26º Bahia 199,2
27º Maranhão 152,2

E) Posições dos Estados da Região Sudeste no índice mortes/100 mh
Esta Região corresponde a 42,0% da população e 47,9% das mortes acumuladas do Brasil até hoje.
Class. / Estados / Mortes/100 mh até 3/5/22
1º Rio de Janeiro 420,7
8º São Paulo 360,6
9º Espírito Santo 350,3
15º Minas Gerais 286,4

O Brasil, com 663.657 mortes acumuladas desde o início da pandemia, tem 311,1 mortes/100 mh, o que corresponderia a uma posição entre o 12º (Roraima, 329,5 m/100mh) e 13º (Santa Catarina, 296,8 m/100m).

Manchete:
Folha de São Paulo, 3/5/22: "São Paulo vê mortes por Covid darem salto de 45,8% em uma semana."

Afonso Cláudio
03/05/22, 17h25m - Santos Filipe e Tiago, Apóstolos

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86235
De: Manoel Hygino Data: Terça 3/5/2022 09:20:11
Cidade: Belo Horizonte

A cabeça do herói

Manoel Hygino

Passado o 21 de abril, uma das datas mais importantes da história do Brasil, permaneceu viva e forte a dúvida sobre o destino que se deu à cabeça do herói, após sua execução do enforcamento no Rio de Janeiro, em 1792.

Sabe-se o principal e repito o que há: Contam os livros de História que, depois de enforcado, o herói da Conjuração Mineira teve o seu corpo esquartejado e salgado, e os pedaços levados a diferentes lugares no Caminho Novo, entre o Rio de Janeiro e Vila Rica, para ficarem expostos em praça pública, com o que se pretendia até aterrorizar as populações e desencorajaram novas sedições e revoltas contra os poderes discricionários da Monarquia no Brasil.

Para Vila Rica, sede principal da conspiração, levou-se a cabeça decepada de Joaquim José. Esta parte do corpo foi colocada dentro de uma gaiola de ferro, dependurada na ponta de um poste alto, e ali deixado sob permanente vigilância, dia e noite, por quatro soldados da milícia paga, PM de então, em frente ao Palácio dos Governadores, atual Praça da Independência.

Numa noite, a cabeça simplesmente desapareceu, Vila Rica entrou em suspense, a guarda caiu em apuros. Como explicar? Até hoje, o mistério.

Mas, Rubens Fiúza, já falecido, deixou-nos um livro que dá versão acreditável à ocorrência. Refiro-me a “Tiradentes-Crônicas da Vida Colonial Brasileira”, tão pouco conhecido até hoje, editado em 2006. Estudioso de História, Geografia e Sociologia, principalmente de sua região, ingressou a fundo no mistério, como outros daquela “Mesopotâmia Indaiá-São Francisco”. O neurologista da Santa Casa de Belo Horizonte, Gervasio Teles Cardoso de Carvalho aliou-se a José Hipólito de Moura Faria, para resgatar a aventura prodigiosa para aquele tempo e lugar.

O furto da cabeça foi um “evento”, no sentido hoje popularizado. Tudo é esmiuçado cuidadosamente, lembrando as precauções e cuidados dos autores da façanha, na noite escura de Vila Rica, em fins de 1793. Cumpria-se o que se decidira, por unanimidade. A cabeça ressecada do alferes devia ser resgatada da gaiola no alto do poste, para que recebesse sepultura cristã, em terreno consagrado. Merecia a reverência quem dispusera a sacrificar a vida pela pátria. E há muito de bom mais nessa publicação.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86233
De: Afonso Cláudio Data: Segunda 2/5/2022 18:00:06
Cidade: Montes Claros/MG

Covid-19 em Minas Gerais

I) Variações percentuais do número de mortes devidas à Covid-19 entre 11 a 18/4/22 e 25/4 a 02/05/22 (2 períodos de 7 dias), relativas aos 10 municípios de maiores populações de Minas Gerais, em ordem decrescente, e deste Estado.
Fonte: Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de MG, 02/05/22, 13h50m.

Class. / Município / Mortes de 11 a 18/4/22 / Mortes de 25/4 a 02/05/22 / Var. %
1º Uberlândia 0 3 infinito
1º Juiz de Fora 0 3 infinito
1º Betim 0 2 infinito
1º Uberaba 0 1 infinito
1º Ipatinga 0 2 infinito
2º Ribeirão das Neves 1 6 +500,0
3º Montes Claros 1 3 +200,0
4º Belo Horizonte 21 30 +42,8
5º Contagem 5 6 +20,0
6º Governador Valadares 3 0 -100,0

Minas Gerais 68 91 +33,8

II) Variações percentuais do número de casos confirmados, devidos à Covid-19, entre 11 a 18/4/22 e 25/4 a 02/05/22 (2 períodos de 7 dias), relativos aos 10 municípios de maiores populações de Minas Gerais, em ordem decrescente, e deste Estado.
Fonte: Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de MG, 02/05/22, 13h50m.

Class. / Município / Casos de 11 a 18/4/22 / Casos de 25/4 a 02/05/22 / Var. %
1º Uberaba 182 721 +296,1
2º Uberlândia 159 263 +65,4
3º Betim 7 7 0
3º Ribeirão das Neves 0 0 0
4º Ipatinga 18 17 -5,6
5º Montes Claros 10 9 -10,0
6º Governador Valadares 187 167 -10,7
7º Belo Horizonte 1672 926 -44,6
8º Juiz de Fora 162 74 -54,3
9º Contagem 93 21 -77,4

Minas Gerais 4518 5108 +13,0

Afonso Cláudio
17h57m, 02/05/2022

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86232
De: Afonso Cláudio Data: Sábado 30/4/2022 17:55:12
Cidade: Montes Claros/MG

Sinal de alerta da Covid no Brasil

As variações percentuais do número de mortes por Covid no Brasil, calculadas semanalmente, comparando 2 períodos de 7 dias, revelaram os seguintes valores recentes:

Data / Var. % / Mensagem

24/3/22 - 41,5 86167
31/3/22 - 39,8 86181
07/4/22 -41,1 86190
14/4/22 -37,7 86205
21/4/22 -37,7 86217
28/4/22 -25,2 86227

Ou seja, os 5 primeiros valores das variações percentuais acima indicam reduções percentuais da ordem de 40,0%, com exceção do último valor calculado em 28/4/22, de 25,2%.
Essa sequência de reduções iniciou em 24/2/22, com redução de 8,2%, conforme a mensagem 86108 e seguintes, relativas ao mesmo assunto.
No entanto, a redução de 28/4/22 (25,2%), bem menor em valor absoluto do que as das outras datas, sinaliza um alerta coerente com as manchetes abaixo:

Folha de SP, 28/4/22: "Internações e óbitos por Covid-19 voltam a subir em São Paulo."

O Globo, 28/4/22: "São Paulo tem aumento de internações e mortes por Covid-19."

g1, 29/4/22, 20h03: "Média móvel volta a indicar alta nas mortes por Covid no Brasil após 71 dias." "Mortes: 663.484; Casos: 30.429.140. Média de casos em estabilidade (9% a menos em 2 semanas, 13.548 casos/dia). Média de mortes em alta (20% a mais em duas semanas, 124 mortes/dia). Última alta de mortes em 16/2/22, 811 mortes/dia, no auge da variante ômicron."
A mensagem 86095, de 17/2/22 também citou essa mesma média diária de 811 e variação percentual de +23.8%.

Afonso Cláudio
30/4/22, 17h47 - Hoje: São Pio V
Amanhã: São José Operário
Deus nos abençoe e proteja.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86231
De: José Ponciano Neto Data: Sábado 30/4/2022 10:24:16
Cidade: Montes Claros- MG  País: Brasil

BARRAGEM DA COPASA EM JURAMENTO- MG

A Barragem da Copasa no município de Juramento já conta com 78,0 % da sua capacidade total.
- O reservatório perdeu apenas 2,8 % em 30 dias; mantendo o maior volume desde 2014.

Do mês de Outubro/2021 a 30 de Abril 2022 - choveram 1.230,0 milímetros nas BACIAS HIDROGRÁFICAS QUE CONTRIBUEM PARA BARRAGEM.= - Rio Saracura – Rio Juramento e Rio Canoas.

Não há previsão de chuva para próximos 13 dias, entretanto, podendo surgir do dia 14/05 a 16/05 para trazer o friozinho.

Informações – por obséquio – que o SISTEMA SÃO FRANCISCO está ainda em fase de Operação assistida (calibrações e ajustamentos) com as unidades todas em pré-funcionamento – logo o Governador Zema e autoridades da Copasa estarão o inaugurando

Esse sistema de abastecimento é um grande passo para o progresso de Montes Claros nestes próximos 40 anos.

30 de Abril - Dia do Ferroviário - O ferroviário contribui para o funcionamento do complexo sistema de transportes que é a rede de trens. O mais famoso cargo, e o que mais rapidamente nos vem à cabeça, é o de maquinista - o "motorista", que comanda o trem. Mas ainda há muitas pessoas importantes envolvidas, e todas elas merecem nossa comemoração no dia de hoje.

XXX - IV - MMXXII
(*) José Ponciano Neto é Historiador/Escritor - Colunista no montesclaros.com - Técnico em Recursos Hídricos - Supervisor de Gestão de Barragens. Um dos responsáveis pelo monitoramento do Rio São Francisco que viabilizou o sistema de captação. Ex - supervisor de Estação Climatológica com tanques Classe A.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86230
De: Afonso Cláudio Data: Sábado 30/4/2022 10:04:20
Cidade: Montes Claros/MG

Tremor de terra ontem à noite em Sete Lagoas, de 3 graus Richter, assustou a população.
Abaixo, registro do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília.

# Data Hora (Brasília) Hora (UTC) Lat. (º) Lon. (º) Magnitude Prof. (km) Local Tipo Info

1 30/04/2022 21:53:18 00:53:18 -19.50 -44.25 3 mR 11.7 Sete Lagoas - MG N


******

De outras fontes:

- O Corpo de Bombeiros de Sete Lagoas recebeu dezenas de ligações de diferentes pontos, após as 21h50.

- Nenhum relato citou gravidade.

- O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), um dos principais laboratórios especializados no tema do país, confirmou que foi registrado um tremor em Sete Lagoas com magnitude 3.

- No dia 21 de abril, o vizinho município de Prudente de Morais registrou tremor confirmado de 2,8 graus.

- O tremor foi também sentido em Pedro Leopoldo e Matozinhos.


***

Jornal Estado de Minas:

Terra treme em Sete Lagoas e mais duas cidades da região

O fenômeno ocorreu por volta das 18h e demorou alguns segundos, revelou o Corpo de Bombeiros.

Moradores de Prudente de Morais e Santana do Pirapama também sentiram o tremor

Luiz Ribeiro

Moradores de Sete Lagoas, cidade de 239,8 mil habitantes, localizada na Região Central de Minas Gerais, sentiram a terra tremer no final da tarde desta terça-feira (26). O abalo também foi observado em mais dois municípios da região:

Prudente de Morais e Santana do Pirapama.

A Quinta Companhia do Corpo de Bombeiros de Sete Lagoas informou que recebeu vários chamados, com pessoas relatando terem sentido o chão balançar. Os moradores informaram que ficaram muito assustados e alguns também disseram que ouviram um estrondo, semelhante ao de um trovão. Porém, não houve registro de danos, divulgou a corporação.

O fenômeno ocorreu por volta das 17h e demorou alguns segundos, revelou o Corpo de Bombeiros. Nas redes sociais, também houve relatos de pessoas de diversos pontos da cidade que sentiram o abalo e ouviram o estrondo.

Ouvido pelo Estado de Minas na noite desta terça-feira, o professor e pesquisador Lucas Vieira Barros, do Observatório Sismológico (Obsis) da Universidade de Brasília (UnB), disse que recebeu a informação da ocorrência do tremor de terra em Sete Lagoas, Prudente de Morais e Santana do Pirapama a partir dos relatos de moradores.

No entanto, Vieira Barros alegou que o abalo ainda não tinha sido registrado oficialmente pelo Observatório Sismológico da UnB, tendo em vista que esse registro depende de análise de dados dos aparelhos e, por causa do isolamento social contra a transmissão do coronavírus, não havia nenhum técnico na unidade no momento do fenômeno.

“As informações registradas pelos equipamentos ainda serão avaliadas para verificar a ocorrência do sismo e qual foi sua intensidade, mas devemos lembrar que já aconteceram outros tremores de terra na região de Sete Lagoas”, destacou o especialista da Universidade de Brasília.

***

Jornal O Tempo:

UnB confirma tremor de terra em Sete Lagoas, que foi detectado por sete cidades

Abalo foi de magnitude 3 na escala RIchter e não causou danos

LUCAS HENRIQUE GOMES

O Observatório Sismológico (SIS) da Universidade de Brasília (UnB) confirmou nesse sábado (30) um tremor de terra em Sete Lagoas, na região Central de Minas Gerais, na noite dessa sexta-feira (29). De acordo com o Observatório, o tremor foi de magnitude 3, que é considerado pequeno na escala Richter e é comparado às vibrações causadas pela passagem de um veículo grande e pesado.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, não houve acionamento dos bombeiros ou da Polícia Militar, além de não ter registros de qualquer tipo de dano consequente. "Tratou-se apenas da percepção de moradores da região", disse a assessoria da guarnição.

Apesar de ser considerado pequeno, o tremor em Sete Lagoas foi registrado por pelo menos sete estações sismológicas, quatro delas, em Minas: Bom Sucesso, Diamantina, São João de Manteninha e Patos de Minas. As cidades de Bebedouro, em São Paulo, Ipameri, em Goiás, e São Desiderio, na Bahia, também registraram o evento.

A profundidade do epicentro foi de 11,7 km e o horário exato do abalo registrado pelo Observatório Sismológico foi às 21h53

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86229
De: Manoel Hygino Data: Sábado 30/4/2022 08:00:32
Cidade: Belo Horizonte

Um velho plano de Putin

Manoel Hygino

Praticamente, está-se no terceiro mês da invasão da Ucrânia pelas tropas russas. Embora as várias versões sobre a situação das nações num conflito que causa tensão e dor entre os países que defendem paz e concórdia entre os homens, a perspectiva se mantém longínqua.

Vladimir Putin é considerado o vilão maior no sangrento confronto. Os sonhos e pesadelos do presidente por uma Rússia poderosa e ainda mais extensa vem de longe. Assim como EUA e aliados, via Otan, estão presentes em torno da Rússia e da China, estes países buscam iniciativas estratégicas para colocarem o Ocidente na defensiva, há anos.

Umas delas, como se há de lembrar, é a parceria antes formada entre Moscou e Pequim para construir um canal transoceânico na Nicarágua, que daria aos russos e chineses uma cabeça de ponte ainda maior na área de influência de Washington no Ocidente.

O plano de construir o canal surgiu em consequência da cooperação política entre Manágua e Moscou, com base não somente nos interesses russos de vendas maciças de armamentos para a América Latina, como também a de montar uma base militar na Nicarágua para dar suporte às instalações já existentes destinadas ao reabastecimento de combustível para aviões e portos para atracação de belonaves russas e, em seguida, chinesas.

Vê-se que tratava de um plano arrojado que não se conseguiu construir. Além da Nicarágua, Putin também buscava estabelecer bases em Cuba e na Venezuela. Os tempos agora são inteiramente outros e a invasão da Ucrânia, o país de maiores dimensões da Europa depois da Rússia, pode ter modificado os projetos de domínio do insaciável presidente.

O projeto anterior teria sido esquecido ou adiado? Ninguém dirá com segurança o que acontecerá depois da incursão de Moscou no renhido e infatigável, até agora, território ucraniano, que continua ganhando apoios em todo o planeta, a julgar pelos números das reuniões da ONU.

Para tentar lançar luz na perigosa contenda, António Guterres, português de nascimento, foi a Moscou há poucos dias. Que notícias trará?

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86228
De: Afonso Cláudio Data: Sexta 29/4/2022 10:10:08
Cidade: Montes Claros/MG

Variações percentuais de casos confirmados de Covid-19

I) Brasil
8 a 15/4: 138.196
22 a 29/4: 88.291
Redução de 36,1%
Fonte: OMS/JHU, 29/4/22, 8h8m

II) Minas Gerais
8 a 15/4: 6.305
21 a 28/4: 3.275
Redução de 48,1%
Fonte: SES/MG, 29/4/22

III) Montes Claros
6 a 13/4: 24; 24/7 = 3,4/dia
22 a 28/4: 12; 12/6 = 2/dia
Redução de 41,2%
Fonte: SMS/Moc, 29/4/22

Afonso Cláudio
29/4/22, 10h5m - Santa Catarina de Sena

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86227
De: Afonso Cláudio Data: Quinta 28/4/2022 15:36:35
Cidade: Montes Claros/MG

Pandemia do coronavírus

Variações dos números de mortes por Covid-19 entre 7 a 14/4/22 e 21 a 28/4/22 (2 períodos de 7 dias), relativas aos 21 primeiros países da classificação da Organização Mundial da Saúde, em ordem decrescente dos percentuais.
6 países (30,0%) tiveram aumentos, variando de 5,3% (Reino Unido) a 685,0% (Índia).
14 países (70,0%) tiveram reduções, variando de 10,6% (Espanha) a 68,7% (Vietnam).

Class. / País / Mortes 7 a 14/4 / Mortes 21 a 28/4 / Var. %

I) 5 maiores variações percentuais
1º Índia 207 1625 +685,0
2º Argentina 141 198 +40,4
3º França 852 946 +11,0
4º Indonésia 237 262 +10,5
5º Itália 935 1015 +8,5

II) 5 menores variações percentuais
16º Colômbia 47 30 -36,2
17º Turquia 218 108 -50,5
18º México 445 217 -51,2
19º Coréia do Sul 1971 799 -59,5
20º Vietnam 166 52 -60,7

Fonte: OMS/JHU, 28/4/22, 8h40m.
O México é o 21º da classificação da OMS hoje, porém foi incluído entre os 20 primeiros porque a Austrália (20º da classificação da OMS hoje) não tem dados de 3 semanas.

Na classificação das variações percentuais o Brasil ficou no 10º lugar. Passou de 924 para 691 mortes, do 1º para o 2º período, com redução de 25,2%. Na semana passada, o Brasil ficou no 7º lugar, com redução de 37,7%.
Em números absolutos de mortes o Brasil passou para o 9º lugar, em ordem decrescente, com 691 mortes e média diária de 99 mortes entre 21/4 e 28/4/22.
Os 8 primeiros tiveram as seguintes médias diárias de mortes no 2º período: 1º Estados Unidos 362, 2º Reino Unido 295, 3º Índia 232, 4º Alemanha 207, 5º Rússia 194, 6º Itália 145, 7º França 135, 8º Coréia do Sul 114.
Os demais 11 países variaram suas médias diárias entre 4 (Colômbia) e 72 (Espanha).

O Mundo teve redução de 7,7%. Passou de 23.089 para 21.314 mortes entre os 2 períodos. Na semana passada teve redução de 39,0%.

Nas variações percentuais:
Melhor colocado hoje: Vietnam (20° lugar).
Pior colocado hoje: Índia (1º lugar).

Comparação com a semana anterior:
Destaques positivos:
Estados Unidos (passou do 6º para o 13º lugar), Coréia do Sul (do 8º para o 19º), Turquia (do 12º para o 17º), Espanha (do 1º para o 7º), Vietnam (do 14º para o 20º), Japão (do 5º para o 9º).
Destaques negativos:
Reino Unido (do 17º para o 6º), Argentina (do 15º para o 2º), Indonésia (do 16º para o 4º), Polônia (do 19º para o 15º).

Dados do Mundo: Casos confirmados 511.790.165; Mortes 6.229.165
Fonte: OMS/JHU, 28/4/22, 9h6m.

Posições da China

Em 17/3/22:
123º lugar na classificação da OMS (entre 200 países e territórios)
Mortes: 4.636; Casos: 117.428

Em 20/4/22:
76º lugar na classif. da OMS
Mortes: 4.655; Casos 663.393

Em 28/4/22:
64º lugar na classif. da OMS
Mortes 4.876; Casos 920.716

Manchetes:

Poder 360, 26/4/22: "Média de mortes por covid está em tendência de queda há 2 meses."
Agência Estado, 26/4/22: "Pesquisa da USP alerta para mais variantes do novo coronavírus...Novas variantes do coronavírus, capazes de enganar o sistema imunológico e mais transmissíveis devem surgir nos próximos meses...".
Folha de SP, 27/4/22: "Covid - Nova subvariante do coronavírus é identificada em São Paulo."

Afonso Cláudio
28/4/22, 15h30m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86226
De: Afonso Cláudio Data: Quarta 27/4/2022 16:43:34
Cidade: Montes Claros/MG

Acidentes de trânsito no Norte e Centro de Minas

Na mensagem 86174, de 27/3/22, com o título "As tragédias intermináveis do trânsito", comentei sobre 17 mortos e 21 feridos em 13 acidentes ocorridos entre 18/2/22 e 26/3/22 (36 dias), no Norte e Centro de Minas.
Continuei o levantamento, entre 28/3/22 e 27/4/22 (30 dias), quando em 33 acidentes houve 15 mortos e 30 feridos, conforme resumo abaixo.
Mais uma vez, como o destaque da mensagem 86174, a BR-251 é a mais perigosa, tanto na quantidade, com 8 acidentes (24,2%), quanto na gravidade, com 5 mortos (33,3%) e 9 feridos (30,0%).

Locais / Mortos e % / Feridos e % / Quant. acid. e %

BR-251, Moc-F Sá-G Mogol- Salinas 5 e 33,3 9 e 30,0 8 e 24,2
MG-451, Olhos dÁgua ----- 1 e 3.3 1 e 3,0
Centro, Icaraí 1 e 6,7 ----- 1 e 3,0
MGC-122, Mato Verde e F Sá 1 e 6,7 6 e 20,0 4 e 12,1
MGC-135, Januária-Itacarambi e prox. Pau dÓleo 2 e 13,3 2 e 6,7 3 e 9,1
Moc, cidade 2 e 13,3 1 e 3,3 6 e 18,2
MG-308, Juramento-Itacambira ----- 1 e 3,3 1 e 3,0
BR-365, Mamonas 1 e 6,7 2 e 6,7 2 e 6,1
LMG-628, Unaí 1 e 6,7 1 e 3,3 1 e 3,0
MGC-401, Verdelândia ----- 5 e 16,7 1 e 3,0
LMG-657, zona rural Moc 1 e 6,7 ----- 1 e 3,0
Grão Mogol, cidade 1 e 3,3 1 e 3,0
BR-135, Bocaiuva ----- 1 e 3,3 2 e 6,1
Jaíba, zona rural 1 e 6,7 ----- 1 e 3,0

Totais 15 e 100,1 30 e 99,9 33 e 99,8

Maiores percentuais:
1) Mortes: 1º BR-251 33,3%, 2º M. Claros (cidade) e MGC-135 13,3% cada.
2) Feridos: 1º BR-251 30,0%, 2º MGC-122 20,0%, 3º MGC-401 16,7%.
3) Quantidade de acidentes: 1º BR-251 24,2%, 2º M. Claros (cidade) 18,2%, 3º MGC-122 12,1%.

Afonso Cláudio
27/4/22, 16h40m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86225
De: Manoel Hygino Data: Quarta 27/4/2022 09:11:18
Cidade: Belo Horizonte

Esta hora difícil

Manoel Hygino

O 21 de abril, com significado muito maior do que pensa a grande maioria dos brasileiros, deu-nos o inquietante ensejo de meditar sobre o período grave que atravessamos. O Brasil em que vivemos não é exatamente aquele que inspirou os Inconfidentes, nem Joaquim José. Atravessamos uma época muito mais perversa do que julgamos.

Sequer acabamos de vencer os momentos mais inquietantes da Covid-19 e já se movimentam multidões em festividades enormes como se vivêssemos no melhor dos mundos. Os que leem a respeito não se assustaram com o que aconteceu em mais de dois anos malignos, em que pereceram além de 661 mil pessoas. Somaram acima de 5.337 mil casos registrados, enquanto outros 363 mil seguem em acompanhamento.

Será que os brasileiros que sentem percebem a importância de tantos, se estivessem trabalhando ou se preparando para a missão de servir à pátria?

Será que imaginamos que se empregaram acima de R$ 100 bilhões dos cofres públicos, resultado dos impostos que empregamos com a pandemia, além de R$ 492 bilhões para o financiamento da saúde desde 2020, quando se anunciou a terrível enfermidade coletiva?

O aniversário do sacrifício de Tiradentes impõe deveres com os que se deram até a morte, para que chegássemos a este ponto culminante da história, que não justificaria a apoteose de uma espécie de busca de tempo utilizado com a guerra, que roubou tantas vidas, além dos que evoluíram a óbito durante a assistência dos milhares de enfermos. E a hecatombe ainda não terminou.

Enquanto lastimamos ou ignoramos os fatos, a bandidagem múltipla atua. O Brasil parece exultar para ser o segundo maior cobrador de impostos do planeta, só superado por Malta, no Mediterrâneo. A alíquota média por aqui ronda por 34%, coberta pelo consumidor, isto é, cada um de nós.

Estamos sob ameaça permanente do cangaço, que avança sobre cidades médias e as pequenas de todo o território. A sonegação fiscal em determinados setores é alto, altíssimo, enquanto as organizações criminosas se apropriam e ampliam suas operações macabras, a começar pelo tráfico de drogas, pelo contrabando e pela incessante ação do furto e roubo de cargas.

E existe, ainda, a politicagem, aberta e franca. Os noticiários da imprensa dizem o bastante. Não se pode responsabilizar somente a guerra Rússia x Ucrânia por nossos males.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86224
De: Afonso Cláudio Data: Terça 26/4/2022 16:23:06
Cidade: Montes Claros/MG

Região Central Mineira

Na mensagem 86221, de 25/4/22, incluí Curvelo entre os "outros municípios do Norte de Minas" e suas posições no índice de casos/100 mil habitantes, mas aquele município localiza-se, de fato, na região central mineira.
Porém, nós, norte-mineiros, temos muitas ligações e semelhanças com a mesma e por isto foi incluída na lista dos 30 municípios de Minas Gerais, entre os de maiores populações, para fazer parte das análises relacionadas à Covid-19.

Poste restaurado

O poste danificado, citado na mensagem 86214, de 19/4/22, instalado na Av. Vicente Guimarães, próximo ao número 1410, conforme foto mostrada pela mesma, foi restaurado, conforme verifiquei ontem, 25/4/22.
Ótima notícia.

Saúde e paz.
Afonso Cláudio
26/4/22, 16h21m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86223
De: Policia Militar Data: Segunda 25/4/2022 09:20:24
Cidade: Montes Claros

MONTES CLAROS

Na manhã desse domingo (24), a Polícia Militar foi acionada a comparecer à Rua Artur Pereira Lopes, Bairro Vila Áurea, em Montes Claros, onde um homem, de 34 anos, foi vítima de tentativa de homicídio.
Ao chegarem ao local, os policiais militares depararam-se com a vítima sendo socorrida pelo Samu.
O suspeito, de 30 anos, foi localizado durante o rastreamento e relatou que ele e a vítima se desentenderam após ela se negar a entregá-lo uma garrafa de cachaça e ameaçá-lo.
O homem relatou ainda que, por medo, foi atrás da vítima e desferiu dois golpes de faca contra ela, e evadiu.
A faca usada no crime foi apreendida.
O preso e a arma foram entregues na Delegacia.


***

NINHEIRA

Na madrugada desse domingo (24), a Polícia Militar foi acionada a comparecer ao Povoado Lagoa do Pastinho, zona rural de Ninheira, onde um homem, de 28 anos, foi vítima de tentativa de homicídio.
Testemunhas relataram aos policiais militares que ouviram disparos de arma de fogo durante a festa que era realizada no local e, em seguida, depararam-se com a vítima caída no chão e a socorreram imediatamente. As testemunhas disseram também que não viram e nem sabem quem foi o autor.
A Polícia faz levantamentos para identificar, localizar e prender o autor.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86222
De: Manoel Hygino Data: Terça 26/4/2022 09:05:58
Cidade: Belo Horizonte

Se o circo pegar fogo

Manoel Hygino

Daniel profeta de Israel, de origem real, cativo na Babilônia, viveu no ano 606 antes de Cristo, sendo educado no palácio do rei Nabucodonosor. Sobressaiu-se por sua cultura e inteligência entre os mais letrados de todo o reino. Alguns de seus textos sobre sua época aparecem nas “Profecias de Daniel”.

Trata-se, como se deduz, do outro Daniel, o que presentemente é notícia de todos os meios de comunicação no Brasil deste século. O de agora é o Silveira, deputado federal, condenado pelo Supremo Tribunal pelas ameaças feitas a ministros, pelo AI-5 da ditadura militar, por incentivar o fechamento da mais alta corte da Justiça do país, o que inevitavelmente conduziu segmentos importantes da população e a oposição à contraposição à decisão presidencial.
Estamos num instante delicado e perigoso para a democracia pela qual tanto lutamos. A sorte está lançada e, mais uma vez, o cidadão é posto em prova.

O ato de clemência do chefe do Executivo atiçou novamente o conflito entre as instituições. Houve uma medida inconstitucional, os mais celebrados juristas foram convidados a se posicionar esclarecer o brasileiro, que gostaria de ter paz, pelo menos isso, depois da Páscoa.
O imbróglio não sai do Judiciário. O presidente baixou decreto concedendo graça para o deputado correligionário, mas o benefício é objeto de verdadeira celeuma, considerando o cômputo de acusações que pesam contra Daniel, o de aqui e agora.

A matéria volta ao Judiciário, para ser apreciada e relatada pela Ministra Rosa Weber, que não é de muita conversa e pouca solução. A população aguarda, com bastante impaciência. Está exausta de viver em suspense, sobretudo quando se divulga que o presidente pretenderia estender idêntico favorecimento a outros deputados já julgados.

O veterano jornal Luiz Carlos Azedo observa: “É discreta, firme e equilibrada.... será a próxima presidente do Supremo, terá que liderar a corte se o circo pegar fogo durante as eleições”.

Não há prazo para apresentação do relatório da ministra. Donde se conclui que a inquietude do cidadão com relação ao indulto ainda pode demandar bastante tempo. É muito difícil a vida que leva o cidadão brasileiro que se importa com os problemas de convivência pacífica entre os poderes, principalmente quando parece haver uma permanente indisposição entre os ocupantes dos cargos principais.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86221
De: Afonso Cláudio Data: Segunda 25/4/2022 20:30:09
Cidade: Montes Claros/MG

Covid-19 em Minas Gerais

Uma classificação dos índices de casos confirmados, por 100 mil habitantes, dos 30 municípios de Minas Gerais, entre os de maiores populações, em ordem decrescente, considerando desde o início da pandemia do coronavírus até 25/4/22, revelou os seguintes resultados:
Fonte: Boletim Epidemiológico da SES/MG

Class. / Município / Casos/100 mh

I) 5 maiores índices
1º Uberlândia 27.863,2
2º Itabira 24.767,3
3º Uberaba 23.636,9
4º Pouso Alegre 23.467,0
5º Araguari 21.932,9

II) 5 menores índices
26º Ribeirão das Neves 7.364,6
27º Sabará 7.348,6
28º Ibirité 6.905,4
29º Santa Luzia 6.155,0
30º Vespasiano 4.795,6
Obs: 5 municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte

- Montes Claros ficou no 9º lugar, com 17.280,7 casos/100 mh.
- Belo Horizonte ficou no 14º lugar, com 15.064,7 casos/100 mh.
- Minas Gerais, que teve 3.352.736 casos até 25/4/22, tem índice de 15.658,3 casos/100 mh, o que corresponderia a uma posição entre o 13º (Governador Valadares) e o 14º (BH) lugares do conjunto dos 30 municípios.

- Municípios com mais de 200 mil habitantes e índices casos/100 mh maiores do que o de Montes Claros: Uberaba (3º) e Uberlândia (1º).
- Municípios com mais de 200 mil habitantes e índices casos/100 mh menores do que o de Montes Claros:
Class. / Município / Casos/100 mh
11º Ipatinga 16.345,1
13º Governador Valadares 15.824,5
14º Belo Horizonte 15.064,7
15º Divinópolis 14.785,7
16º Sete Lagoas 14.280,0
20º Juiz de Fora 11.084,4
21º Contagem 10.220,9
22º Betim 10.019,7
26º Ribeirão das Neves 7.364,6
29º Santa Luzia 6.155,0

- Posições de outros municípios do Norte de Minas
Class. / Município / Casos/100 mh
10º Pirapora 17.058,7
23º Janaúba 10.014,6
24º Curvelo 9.099,1
25º Januária 8.506,7

- O total das populações dos 30 municípios corresponde a 43,6% da população de Minas Gerais.
- O total dos casos confirmados dos 30 municípios, desde o início da pandemia até 25/4/22, de 1.411.051, corresponde a 42,1% dos casos confirmados do Estado (3.352.736).
- A mensagem 86210, de 17/4/22, contém análise e classificação dos índices de mortes por 100 mil habitantes dos mesmos 30 municípios e mostra que Montes Claros, embora tenha ficado entre os 10 primeiros lugares em casos/100 mh, foi classificado entre os 10 últimos em mortes/100 mh, no 23º lugar, graças ao empenho das autoridades, profissionais da saúde e da população do município.

Afonso Cláudio
25/04/22, 20h21m - São Marcos Evangelista

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86220
De: Afonso Cláudio Data: Sábado 23/4/2022 11:56:02
Cidade: Montes Claros/MG

Prevenção de acidentes

Três acidentes muito importantes para reflexão e providências em geral.

I) Ocorrência policial de 21 para 22/4/22: "montesclaros.com, 22/4/22, 11h38: `Acontecimentos de ontem à noite, perto da Igreja da Rosa Mística, no Bairro do Melo, duraram cerca de 6 horas, com voos rasantes de helicóptero e equipe especial do Bope, que veio de BH. PM detalhou o que houve. Veja imagens."

Toda a ação policial para contenção do cidadão, que procedeu com várias atitudes ameaçadoras, violentas e desrespeitosas com sua mãe e com os policiais, foi indispensável para a manutenção da segurança pública.
No entanto, gostaria de sugerir à gloriosa Polícia Militar, com todo o respeito e a melhor das intenções, que analise a possibilidade de não realizar voos rasantes com helicóptero sobre casas e edifícios, durante o dia e principalmente à noite, como ocorreu no bairro em que resido, por exemplo, às 22h45m de 21/4/22, pois estas operações provocam riscos de graves ou gravíssimos acidentes, com número elevado de vítimas, caso haja alguma falha da aeronave, uma vez que o sobrevoo é feito em zonas urbanas densamente habitadas, além do alto nível de ruído do helicóptero assustar e muito os moradores e poder causar mal à sua saúde e dos diversos pacientes de hospitais da região, de outros idosos e enfermos, e perturbar o descanso noturno de todos.

II) Explosão de residência de 3 andares em Vitória, Espírito Santo, em 21/4/22, por volta das 7 horas.

O laudo pericial deverá detalhar as causas de tão grave acidente, que ceifou as vidas de 3 pessoas e feriu outra.
Houve explosão provocada por gás de cozinha, gás veicular ou alguma bomba? Só o laudo pericial poderá definir.
Mas, de qualquer forma, fica o alerta para que todos nós tenhamos muito cuidado com a instalação e operação de fogão e veículos a gás.
Se houver algum vazamento do gás, principalmente o de cozinha, o acúmulo do mesmo em algum cômodo do imóvel, se transforma praticamente em uma potente bomba, bastando uma pequena faísca como a de algum interruptor de iluminação ou eletrodoméstico para provocar explosão de graves ou gravíssimas consequências.
Outro aspecto importantíssimo é a segurança da construção e instalações do imóvel, incluindo projeto civil, hidráulico e eletroeletrônico, de acordo com as Normas Técnicas da ABNT, da CEMIG, do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil e sob a responsabilidade de profissionais credenciados pelo CREA.

III) Crianças em ensaios, desfiles de carnaval ou outras aglomerações

Uma menina de 11 anos morreu na tarde de 22/4/22, vítima de gravíssimo acidente provocado por carro abre-alas de uma Escola de Samba, no Rio de Janeiro, que a prensou entre o carro e um poste.
Conforme o g1, 22/4/22, 19h30: "A delegada Maria Aparecida Mallet, titular da 6a. DP (Cidade Nova) afirmou que, pelas imagens de câmeras de segurança, várias crianças estavam em volta da alegoria no momento do acidente."
Além dos responsáveis pela segurança dos eventos, os pais e responsáveis pelas crianças devem exercer a máxima vigilância nesses locais e em outros em que haja aglomerações, onde são constantes os riscos de acidentes com feridos ou mortos.
O ideal é que sempre tenham o acompanhamento de outras pessoas, adultas e experientes, que sempre possam contribuir para evitar acidentes graves em qualquer local onde houver a presença e risco para as crianças.

Eng. Afonso Cláudio de Souza Guimarães
23/4/22, 11h46m.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86219
De: Manoel Hygino Data: Sábado 23/4/2022 08:03:24
Cidade: Belo Horizonte

Abi-Ackel na Academia

Manoel Hygino

Demorou a comunicação da Academia Mineira de Letras. Somente em 7 de abril de 2022, o presidente Rogério Faria Tavares expediu a carta aos membros do centenário sodalício, informando que se marcara a data de posse do acadêmico Ibrahim Abi-Ackel na cadeira número 17.

A sessão será no dia 6 de maio, às 20 horas, no auditório Vivaldi Moreira, o belo prédio construído ao lado do não menos belo palacete Borges da Costa, na rua da Bahia, sendo o discurso de saudação pronunciado pelo acadêmico Amilcar Vianna Martins Filho, brilhante orador e professor da PUC-MG.

Para se chegar a este ponto, resumido nas linhas acima, houve mais do que um longo tempo, porque o único concorrente não se inclinava à decisão da maioria dos votantes. Nasceu uma discussão, que desafiou os acadêmicos, depois profissionais de Direito, chegando finalmente ao Supremo Tribunal Federal, o que dá ideia da relevância do pleito em entidade com mais de cem anos de existência.

Como sói, acontecer nesses casos e circunstâncias, produziu-se um ambiente desagradável, enquanto pormenores do caso eram discutidos. Mas, enfim, o advogado Ibrahim Abi-Ackel no quinto mês do ano, empossar-se na cadeira, sua por direito e a que faz jus.

A grande verdade é que Ibrahim tem vivido intensamente Minas Gerais e seus problemas, há décadas. Deputado à Assembleia Legislativa de Minas Gerais e federal em inúmeros mandatos, jamais parou de trabalhar. Participava da construção da história da província e do Estado, com presença permanente em todas as comissões que integrou. E era um bravo contendor. Não se restringia a assinar atas de reuniões, após as discussões, às vezes ásperas e extensas. Não sem razão se consagrou como dos parlamentares mais atuantes na Assembleia ou na Câmara.

Orador apreciado, era escolhido para as datas magnas da pátria e as efemérides. Tinha convite permanente para estas comemorações. Como sabia escrever, e o demonstrara desde universitário na Faculdade de Direito do Rio de Janeiro. Procurador geral da Prefeitura de Belo Horizonte, teve atuação brilhante, inclusive no acidentado embate jurídico entre a Municipalidade e o Iate Clube.

Seus livros – “Ruy e o Civismo, dimensões da Pena”, “A Reforma Penal”, e o “A Caminho do Leste”, síntese do conflito histórico entre Minas e Espírito Santo, que pôs fim à Guerra do Contestado. Dele fica a imagem da dignidade elegante dos políticos mineiros.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86218
De: Afonso Cláudio Data: Sexta 22/4/2022 10:07:03
Cidade: Montes Claros/MG

Variações percentuais de casos confirmados de Covid-19

I) Brasil
De 01 a 8/4/22: 143.658
De 15 a 22/4/22: 96.605
Redução de 32,8%
Fonte: OMS/JHU, 22/4/22

Variações anteriores: 18/3 -13,8%; 25/3 -31,1%; 01/4 -35,6%; 08/4 -40,8%; 15/4 -21,3%

II) Minas Gerais
De 31/3 a 7/4/22: 13.696
De 14 a 21/4/22: 3.338
Redução de 75,8%
Fonte: SES/MG, 21/4/22

Variações anteriores: 18/3 -33,6%; 25/3 -23,7%; 01/4 -48,5%; 08/4 -41,7%; 15/4 -59,6%

III) Montes Claros
De 30/3 a 7/4/22: 52 (52/8 = 6,5/dia)
De 11 a 18/4/22: 9 (9/7 = 1,28/dia)
Redução de 80,3%
Fonte: SMS/Moc, 21/4/22

Variações anteriores: 18/3 -82,9%; 25/3 -51,9%; 01/4 -78,6%; 09/4 -74,0%; 15/4 -47,7%.

Na mensagem 86217, de 21/4/22, fica eliminado o parágrafo: "O Mundo teve redução de 32,2%. Passou de 34.068 para 23.089 mortes entre os 2 períodos. Na semana passada teve redução de 36,3%." Todo o restante dessa mensagem 86217 permanece o mesmo.

Afonso Cláudio
22/04/22, 9h50m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86217
De: Afonso Cláudio Data: Quinta 21/4/2022 12:40:07
Cidade: Montes Claros/MG

Pandemia do coronavírus

Variações dos números de mortes por Covid-19 entre 31/3 a 7/4/22 e 14 a 21/4/22 (2 períodos de 7 dias), relativas aos 20 primeiros países da classificação da Organização Mundial da Saúde, em ordem decrescente dos percentuais.
2 países (10,0%) tiveram aumentos: França (10,7%) e Espanha (91,0%).
18 países (90,0%) tiveram reduções, variando de 11,4% (Itália) a 81,1% (Polônia).

Class. / País / Mortes 31/3 a 7/4 / Mortes 14 a 21/4 / Var. %

I) 5 maiores variações percentuais
1º Espanha 323 617 +91,0
2º França 755 836 +10,7
3º Itália 1028 911 -11,4
4º Índia 401 325 -19,0
5º Japão 444 317 -28,6

II) 5 menores variações percentuais
15º Argentina 147 59 -59,9
16º Indonésia 509 191 -62,5
17º Reino Unido 3913 1341 -65,7; México 455 156 -65,7
18º Colômbia 92 21 -77,7
19º Polônia 496 94 -81,1

Fonte: OMS/JHU, 21/4/22, 7h45m

Na classificação das variações percentuais o Brasil ficou no 7º lugar. Passou de 1211 para 755 mortes, do 1º para o 2º período, com redução de 37,7%. Na semana passada o Brasil ficou no 10º lugar, com a mesma redução de 37,7%.
Em números absolutos de mortes o Brasil passou para o 8º lugar, em ordem decrescente, com 755 mortes e média diária de 108 mortes entre 14 e 21/4/22.
Os 7 primeiros tiveram as seguintes médias diárias de mortes no 2º período: Estados Unidos 378, Rússia 195, Reino Unido 191, Coréia do Sul 188 , Alemanha 135, Itália 130, França 119.
Os demais 12 países variaram suas médias diárias entre 3 (Colômbia) e 88 (Espanha).

O Mundo teve redução de 39,0%. Passou de 28.683 para 17.491 mortes entre os 2 períodos. Na semana passada teve redução de 32,2%.

Nas variações percentuais:
Melhor colocado hoje: Polônia (19º lugar). Reino Unido e México empataram no 17º lugar, por isto a Polônia não ficou no 20º lugar.
Pior colocado hoje: Espanha (1º lugar), como na semana passada.

Comparação com a semana anterior:
Destaques positivos: Reino Unido (passou do 2º para o 17º lugar), Países Baixos (do 9º para o 13º) e Colômbia (do 13º para o 18º).
Destaques negativos: Índia (do 19º para o 4º) e Japão (do 12º para o 5º).

Dados do Mundo: Casos confirmados 507.130.998; Mortes 6.208.782. Fonte: OMS/JHU, 21/4/22, 8h41m.

Manchete:
montesclaros.com, 19/4/22, 6h34m: "OMS adverte que redução de casos e de mortes não significa um `risco menor` do coronavírus, que continua a evoluir e a sofrer mutações. Brasil aguarda portaria que extingue a emergência sanitária."
A propósito, a comparação das posições da China e da Coréia do Sul, por exemplo, na classificação da OMS, em 17/03/22 (mensagem 86153) e ontem, 20/4/22, confirmam os dizeres da manchete acima, principalmente quanto aos casos nos 2 países e as mortes na Coréia do Sul.

I) Posições em 17/3/22:
a) China: 123º lugar na classificação da OMS (entre 200 países e territórios)
Mortes: 4.636; Casos: 117.428
b) Coréia do Sul: 12º lugar na classif. da OMS
Mortes: 11.481; Casos 8.250.592

II) Posições em 20/4/22:
c) China: 76º lugar na classif. da OMS
Mortes: 4.655; Casos 663.393
d) Coréia do Sul: 8º lugar na classif. da OMS
Mortes: 21.520; Casos 16.583.220

III) Aumentos percentuais no período de 17/3 a 20/4/22
e) China
Casos / Aum. %: 464,9
Mortes / Aum. %: 0,4
f) Coréia do Sul
Casos / Aum. %: 101,0
Mortes / Aum. %: 87,4

Afonso Cláudio
21/4/22, 12h35m - Oitava da Páscoa - Tiradentes

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86216
De: Manoel Hygino Data: Quarta 20/4/2022 09:23:41
Cidade: Belo Horizonte

O preço da mesa

Manoel Hygino

Apesar das boas notícias sobre os preços de mercadorias no princípio de abril, as bondades não alcançaram ainda as bancas dos supermercados, o que constitui um item ótimo para as emissoras de televisão. Os compradores têm oportunidades de reclamar à vontade diante de câmeras e microfones.

Inicialmente, o ministro da Economia, Paulo Guedes, exultou com o fim da tarifa extra nas contas de luz dos consumidores residenciais, que serão reduzidas em 20% neste mês, sem prejudicar a saúde financeira das empresas de energia. Enfim, uma graça de Deus, com advento das chuvas que conduziram à retirada da bandeira de escassez hídrica, após elevação dos níveis dos reservatórios, evitando a decisão com base em canetada.
Faz-se ressalva do dito pelo ministro em evento do Banco do Brasil. Declarou que o governo está conseguindo mudar o eixo das discussões internacionais sobre meio ambiente, o que os economistas não julgam tão consentâneo com a realidade.

Naquela oportunidade, Guedes afirmou também que a guerra entre Rússia e Ucrânia complica as coisas, pois o Brasil está sendo percebido com um grande agente, com papel decisivo de segurança alimentar energética, o que merece reparos dos consumidores do lado de cá do mundo.
Otimista, o ministro se referiu ainda ao excesso de arrecadação decorrente da recuperação da economia, que poderá ser usado para corrigir a tabela do Imposto de Renda Pessoa Física. A ideia é ótima, mas ainda não está tão próximo o exitoso resultado a julgar pelos fatos constatados diariamente pelos consumidores. O povão, que não paga Imposto de Renda, sua para atender às necessidades mínimas da família.

E não é suficiente diminuir as tarifas de importação como se faz com doze produtos contemplados até agora. Quem ganha salário ou vive de biscates não será beneficiado por tal gentileza. É preciso mais.

E os núcleos de inflação persistem segundo Paulo Campos Neto. Cumpre combater esta persistência dos índices de preços. A verdade, como publicou conhecido mestres e doutor, é que o ato de fazer compras ainda pode ser considerado, por alguns, uma ação prazerosa, mas a situação econômica do Brasil, nos recentes tempos, parece ter-se tornado uma experiência demasiadamente frustrante para a maioria dos consumidores.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86215
De: José Ponciano Neto Data: Terça 19/4/2022 23:21:00
Cidade: Montes Claros- MG  País: Brasil

CAMINHÕES LONGOS PASSANDO PELO CENTRO DE MOC

Alguns caminhões e carretas estão arrancando a fiação das ruas dos bairros e centro de Montes Claros, e muitas vezes provocando graves acidentes.

Motoristas de outras cidades que passam por Montes Claros reclamam que ao serem guiados pelo GPS automotivos, são orientados passar pelo centro.

Nos GPS`s, a Avenida São Judas Tadeu está denominada Br 135 – a Rua Bocaiuva estar como Rodovia Júlio Garcia - BR 251. Estas denominações estão também, no “Strett View” do Google Earth.

É comum cargas altas arrancarem a fiação da Rua Bocaiuva e as Carretas longas ficar "entaladas" nas ruas centrais da cidade.

Poucos dias atrás, 05:00 horas da madrugada, uma carreta carregada de “transformadores elétricos gigantes” arrancou toda fiação de internet – ramais elétricos da Cemig e telefonia fixa da Rua João Souto , desde da Avenida João Luiz de Almeida até a Praça Coronel Ribeiro onde o motorista foi parado.

Segundo o motorista, ele não percebeu o estrago e estava sendo orientado pelo GPS automotivo.

Depois do B.O. foi conduzido pela Policia até a Avenida Dep. Plínio Ribeiro.

XIX-IV-XXII
(*) José Ponciano Neto

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86214
De: Afonso Cláudio Data: Terça 19/4/2022 15:13:13
Cidade: Montes Claros/MG

Há ou havia um poste danificado, com ferragem exposta, numa esquina da Avenida Vicente Guimarães, próximo ao número 1410, no bairro Sagrada Família, em Montes Claros, precisando de reparos das empresas que o utilizam como suporte de suas fiações e equipamentos.
A verificação desse defeito foi às 9 horas de hoje.

Afonso Cláudio
15h11m, 19/4/22

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86212
De: Manoel Hygino Data: Terça 19/4/2022 09:32:33
Cidade: Belo Horizonte

Onde Colombo descansa

Manoel Hygino

Somente na Semana Santa dos cristãos de 2022, mês de abril, 530 anos após o descobrimento das Américas, soube que se localizara o primeiro túmulo de Cristóvão Colombo. Assim como o genovês com suas embarcações, procurando terras desconhecidas, muito se obrou portanto para definir onde estavam os seus restos mortais.

Os arqueólogos conseguiram localizar o primeiro túmulo em Valladolid, na Espanha, onde o corpo repousou três anos, antes de partir para Sevilla, Santo Domingo, Cuba e, finalmente, retornar a Sevilla, na região central da Espanha.

Na República Dominicana, não me preocupara em investigar sobre o corpo. A pequena nação tinha outras atrações e interesses. Inclusive, é bom que se saiba, pois lá se fundou a primeira universidade das Américas. De modo que haveria outros motivos para os turistas, mais movidos recentemente por visitar Punta Caña.

Vargas Llosa, prêmio Nobel em 2010, também se empolgou com a capital dominicana. Seu personagem, Urania, de “A festa do bode”, redescobriu Ciudad Trujillo, hoje chamada de Santo Domingo de Gusmán. Encanta-se com o mar, o calçadão, e, virando a cabeça, a imensidão de tetos, torres, cúpulas, campanários e as copas das árvores.

A cidade cresceu, encheu-se de bairros, avenidas, parques e hotéis, excelente hotéis. A gente até se esquece de que ali mandou um presidente como Leonidas Trujillo, à frente das destinos da parte da ilha que abriga a República até 1960, quando foi assassinado.

Como todas as nações centro-americanas, a da República Dominicana foi estigmatizada por desafios, pelas penúrias do povo inclusive quanto à alimentação. Mas ela é apenas um país, que ocupa a maior parte da ilha Hispaniola; a outra parte menor, é da sofrida Haiti, a mais sofrida do mundo, inclusive pela ocorrência de terremotos. As Forças Armadas do Brasil já estiveram lá compondo contingente da ONU.

O tema é fascinante e amplo, exigindo espaço e tempo para os que escrevem e os que leem. Em todo caso tão importante que atrairiam, ou deveriam atrair, os que nasceram e vivem nesta parte do mundo. Os mistérios em torno da sepultura do descobridor, seguem agitando os círculos acadêmicos. O navegador terminou seus dias em Valladolid, mas o corpo foi transportado para Sevilla, depois Santo Domingo em 1544, segundo sua vontade. Em seguida Cuba e, finalmente, repatriado para Sevilla, repousando em sua Catedral, palavra final.

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86211
De: Afonso Cláudio Data: Segunda 18/4/2022 15:59:05
Cidade: Montes Claros/MG

Covid-19 em Minas Gerais

I) Variações percentuais do número de mortes devidas à Covid-19 entre 28/3 a 4/4/22 e 11 a 18/4/22 (2 períodos de 7 dias), relativas aos 10 municípios entre de maiores populações de Minas Gerais, em ordem decrescente, e deste Estado.
Fonte: Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de MG, 18/4/22, 13h40m.

Class. / Município / Mortes de 28/3 a 4/4/22 / Mortes de 11 a 18/4/22 / Var. %
1º Governador Valadares 0 3 infinito
2º Montes Claros 1 1 0
2º Ipatinga 0 0 0
3º Contagem 7 5 -28,6
4º Belo Horizonte 39 21 -46,2
5º Ribeirão das Neves 7 1 -85,7
6º Uberlândia 1 0 -100,0
6º Juiz de Fora 2 0 -100,0
6º Betim 3 0 -100,0
6º Uberaba 4 0 -100,0

Minas Gerais 166 68 -59,0

II) Variações percentuais do número de casos confirmados, devidos à Covid-19, entre 28/3 a 4/4/22 e 11 a 18/4//22 (2 períodos de 7 dias), relativos aos 10 municípios entre de maiores populações de Minas Gerais, em ordem decrescente, e deste Estado.
Fonte: Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de MG, 18/4/22, 13h40m.

Class. / Município / Casos de 28/3 a 4/4/22 / Casos de 11 a 18/4/22 / Var. %
1º Governador Valadares 164 187 +14,0
2º Uberaba 202 182 -9,9
3º Uberlândia 207 159 -23,2
4º Contagem 182 93 -48,9
5º Ipatinga 50 18 -64,0
6º Montes Claros 34 10 -70,6
7º Betim 28 7 -75,0
8º Belo Horizonte 8659 1672 -80,7
9º Juiz de Fora 1014 162 -84,0
10º Ribeirão das Neves 896 0 -100,0

Minas Gerais 16.302 4.518 -72,3

Manchetes:
montesclaros.com, 18/4/22, 6h08: "Ministro anunciou o fim da emergência sanitária no Brasil, causada pela covid, depois de 2 anos."
g1, 18/4/22: "Combate à pandemia - `Covid não vai acabar e precisamos conviver com o vírus`, diz Queiroga."
"Para OMS, Covid continua a ser uma emergência de saúde pública."
g1/JH, 18/4/22: "Filadélfia determina volta da máscara em ambientes fechados."
"Xangai, na China, volta a registrar mortes por Covid, as primeiras desde o surto recente de casos."
"Especialistas veem com ressalva fim do estado de emergência para Covid, anunciado pelo Ministério da Saúde."

Afonso Cláudio
18/4/22, 15h53m

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Mensagem N°86210
De: Afonso Cláudio Data: Domingo 17/4/2022 13:40:34
Cidade: Montes Claros/MG

Covid-19 em Minas Gerais

Uma classificação dos índices de mortes por 100 mil habitantes dos 30 municípios de Minas Gerais, entre os de maiores populações, em ordem decrescente, considerando desde o início da pandemia do coronavírus (primeiros casos no Brasil nos últimos dias de janeiro de 2020 e primeiro óbito em 12/3/2020, em São Paulo) até 14/4/2022, revelou os seguintes resultados:
Fonte: Boletim Epidemiológico da SES/MG

Class. / Município / Mortes/100 mh

I) 5 maiores índices
1º Governador Valadares 521,3
2º Uberlândia 482,8
3º Uberaba 458,5
4º Araguari 430,6
5º Juiz de Fora 398,1

II) 5 menores índices
26º Janaúba 205,2
27º Pirapora 196,7
28º Sabará 185,6
29º Vespasiano 174,8
30º Januária 135,8

- Montes Claros ficou no 23º lugar, com 253,1 mortes/100 mh.
- Belo Horizonte ficou no 17º lugar, com 306,6 mortes/100 mh.
- Minas Gerais, que teve 61.093 mortes até 14/4/22, tem índice 288,6 mortes/100 mh, o que corresponderia a uma posição próxima do 19º lugar do conjunto dos 30 municípios.

- Municípios com mais de 200 mil habitantes e índices mortes/100 mh maiores do que o de Montes Claros:
Class. / Município / Mortes/100 mh
1º Governador Valadares 521,3
2º Uberlândia 482,8
3º Uberaba 458,5
5º Juiz de Fora 398,1
7º Ipatinga 369,0
15º Betim 323,9
16º Contagem 317,1
17º Belo Horizonte 306,6
18º Divinópolis 296,8
20º Sete Lagoas 281,7
21º Ribeirão das Neves 265,8
22º Santa Luzia 263,8

- Municípios com mais de 200 mil habitantes e índices mortes/100 mh menores do que o de Montes Claros: nenhum.
- O total das populações dos 30 municípios corresponde a 43,5% da população de Minas Gerais.
- O total das mortes dos 30 municípios, desde o início da pandemia até 14/4/22 (30.596) corresponde a 50,1% das mortes do Estado (61.093).

Afonso Cláudio
17/4/22, 13h36m - Feliz Páscoa

Siga pelo Twitter @montesclaroscom Inscreva-se aqui para receber o Maillist
Receba Notícias por E-mail Imprimir Envie esta notícia a um amigo Aprimore esta informação, complete-aAprimore esta informação, complete-a

Página Anterior >>>

Abra aqui as mensagens anteriores: